Feliz no Vasco, Nenê admite deixar o clube para estar mais perto dos filhos

Esporte 23/12/2016 às 14:03


Com contrato com o Vasco até o fim de 2018, Nenê garante que está feliz em São Januário. No entanto, admite que pode trocar de clube para ficar mais próximo dos filhos. O meia-atacante afirmou que voltou ao Brasil para estar mais perto da família e, no entanto, não está conseguindo passar todo o tempo que gostaria atuando no Rio de Janeiro.
 
- Eu sou muito feliz no Vasco, só que a gente nunca sabe, no futebol, o que pode acontecer ou não. Estou feliz, tenho contrato, mas a gente não sabe o dia de amanhã. Não posso dizer se eu aceitaria ou não. Mas realmente a gente pensa as coisas de uma maneira diferente do que pensava há meses, há anos. É difícil falar, não pensei muito sobre isso. Estou curtindo as minhas férias, ficando com a minha família, com os meus filhos. Eu vim para o Brasil para isso. Poderia ser um dos motivos para que eu aceitasse sair. Estou me abrindo, isso vai sair em tudo que é lugar, eu sei. Mas a realidade é essa. Eu voltei para o Brasil para ficar perto dos meus filhos, e no Rio eu não estou conseguindo ficar o tempo que eu gostaria - disse Nenê.
 
O camisa 10 do Vasco esteve presente em um evento para o lançamento de um videogame de futebol. Nenê afirmou ainda que, apesar de uma lesão e da dificuldade para conseguir o acesso à Série A, 2016 foi um ano positivo para o Cruzmaltino.
 
- No segundo turno, eu fiz menos gols e disseram que eu estava em baixa. Não concordo muito com isso. Teve uma época em que eu machuquei, inclusive, até voltar ao ritmo de novo... realmente foi um momento que eu não gostei. Foi a primeira vez, nunca tinha me machucado, não gosto de ficar de fora. Creio que faz parte, no final eu voltei e conseguimos o objetivo, que era subir. Não queria que fosse assim tão difícil. Mas, no fim das contas, foi um ano muito positivo, cumprimos todos os nossos objetivos.
 
Nenê chegou ao Vasco em agosto do ano passado. O atacante não atuava no futebol brasileiro desde quando trocou o Santos pelo Mallorca, da Espanha, em 2004.
 
VITRINE DO CARIRI
GE

Compartilhe isso

Comentários