Criança ferida em tiroteio entre gangues de Juazeirinho não resiste e morre

Policial 02/01/2017 às 18:18


O garoto Erivanildo, conhecido como “Novinho”, de apenas 11 anos, que havia sido ferido a bala durante tiroteio ocorrido no Beco da Torre, região central da cidade de Juazeirinho, na noite da última sexta-feira (30), não resistiu aos ferimentos e faleceu no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.
 
O menino era filho de uma mulher chamada Ana Lúcia e neto do conhecido pedreiro, Zé Catombé, residente na Rua Antônio Ivo de Araújo, no bairro Alto da Bela Vista, zona norte da cidade.
 
Ele e outro adolescente ficaram feridos no tiroteio entre gangues do Arnaldo Lafaiete e Bela Vista e foram socorridos. Porém, o garoto, que havia sido transferido em estado grave pelo SAMU para o Trauma, acabou não resistindo.
 
A Polícia Civil agora investiga o caso na tentativa de descobrir o autor do disparo que matou o garoto.
 
VITRINE DO CARIRI
Com Heleno Lima

Compartilhe isso

Comentários