Em nova reunião, Vitória volta a rejeitar proposta chinesa por Marinho

Esporte 05/01/2017 às 18:49


Marinho anunciou na manhã desta quinta-feira que estava de saída do Vitória. No entanto, por enquanto, o atacante permanece como jogador rubro-negro. Em reunião realizada na tarde desta quinta-feira, o clube baiano voltou a rejeitar uma oferta do futebol chinês - informações de bastidores dão conta de que o clube seria o Changchun Yatai. A negativa à oferta foi confirmada ao GloboEsporte.com pelo diretor de futebol do Leão, Sinval Vieira. 
 
- O empresário nos trouxe uma proposta que não foi aceita pelo Vitória. Está abaixo do que consta na cláusula – contou o dirigente, referindo-se à multa para rescisão do contrato do atleta com o clube. 
 
A multa é de cinco milhões de euros, aproximadamente R$17 milhões na cotação do dia. Na última quarta-feira, o empresário do jogador, Jorge Machado, havia se reunido com dirigentes do Vitória para tentar negociar um abatimento do valor, ocasião em que apresentou a oferta chinesa. Segundo Sinval Vieira, a proposta desta quinta-feira não foi diferente da oferecida na reunião de quarta. 
 
- Não fez diferença nenhuma. Não alterou. Não teve conversa – contou. 
 
A intenção inicial do Vitória era fazer uma proposta de reajuste salarial a Marinho para afastar a possibilidade da saída do atacante. Contudo, o próprio jogador afirmou, em posicionamento feito na sala de imprensa do clube, que não gostaria de ficar. Sinval Vieira contou que a ideia de fazer uma oferta de renovação foi descartada, em primeiro momento, por conta da atitude do atleta. 
 
- Nem chegamos a fazer [oferta de renovação]. O desejo de Marinho, e chamou a imprensa para falar isso, é o de que quer ir.  
 
Uma nova rodada de negociação não foi descartada por Sinval Vieira. No entanto, não foi definida uma data para um encontro entre o empresário de Marinho e os dirigentes do Vitória. 
 
- Não. Ele já saiu daqui. Vamos ver. É possível que aconteça [uma nova reunião]. Não saiu nada definido. As coisas são assim. Sem o valor não for o previsto em cláusula, não sai – finalizou. 
 
O GloboEsporte.com entrou em contato com Jorge Machado para comentar o resultado das reuniões com a diretoria do Vitória, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.
 
A negociação para a saída de Marinho do Vitória acontece desde o final do ano passado. Principal jogador do Vitória na Série A de 2016, o atacante despertou o interesse de diversas equipes, entre elas, o Flamengo, que era, segundo o empresário, o clube mais próximo de uma contratação. 
 
O Flamengo teria a preferência do empresário para negociar o atleta. A intenção do Rubro-Negro carioca era comprar 50% dos direitos econômicos do jogador - 30% é do Cruzeiro, 20% da JMB (empresa de Jorge Machado e Bismarck). Marinho tem contrato com o Vitória até o fim de 2018. 
 
VITRINE DO CARIRI
GE

Compartilhe isso

Comentários