Em seu novo artigo, Evaldo Gonçalves destaca as inscrições rupestres na Paraíba

Regional 08/01/2017 às 11:25


Inscrições Rupestres na Paraíba
Não temos condições, nem em expressões qualitativas, nem em quantidade, de competir com as inscrições rupestres existentes no Piauí, no seu  Parque da Serra da Capivara, contendo indícios fortíssimos da origem do Homem Americano, no Brasil.
 
Todavia, na Paraíba, ocorrem generosas incidências de manifestações culturais do homem primitivo, que antecederam nossos colonizadores, capazes de ensejar promissoras pesquisas científicas de interesse da Paleontologia e da  Arqueologia.  
 
Em Ingá, no Curimataú e no Cariri da Paraíba, notadamente no Congo e em Monteiro, essas evidências já ganharam prestígio das nossas Instituições Científicas, e, se por um lado, ainda não há Estudos e Pesquisas divulgadas, por outro, têm servido de roteiros turísticos e cenários para exibição de talentos artísticos, sobretudo na Música.
 
O Historiador Thomas Bruno Oliveira, em recente trabalho publicado em o Contraponto, nos dá conta de uma importante Inscrição Rupestre em Serra Branca, no Cariri, formada por gravuras cravadas em lajedos de grande extensão, exatamente no sítio Poção, formando um valioso acervo Arqueológico dos tempos pré-históricos. 
 
Tais gravuras, segundo o Historiador, Thomas Bruno, expressam, em grande bloco rochoso, um Painel horizontal contendo curiosos conjuntos de círculos concêntricos e simétricos. Igualmente, as gravuras destacam linhas paralelas, que cruzam o sítio arqueológico, no sentido sulnorte, ostentando símbolos diversos. 
 
O Professor Carlos Belarmino, por sua vez, identifica nas inscrições rupestres de Poção forte viés astronômico, o que lhe confere extraordinários valores científicos e turísticos, como já acontece com o Lajedo do Pai Mateus, em Cabaceiras, e a APA, em São João do Tigre, nos Cariris ocidentais da Paraíba.
 
Enfim, o Cariri da Paraíba, não obstante a aridez do seu solo e a falta da água, por outro lado, oferece ao Estado e ao País, legados valiosos, em termos de patrimônio arqueológico, além de destacada presença no cenário artístico-cultural, de que todos nós devemos nos orgulhar. 
 
Evaldo Gonçalves é da APL e IHGP
 
VITRINE DO CARIRI

Compartilhe isso

Comentários