Empresa de Alagoas produz a primeira placa de energia solar do Nordeste

Brasil 04/02/2017 às 21:39


 Alagoas deu um grande passo na produção de energia renovável nesta quinta-feira (02), quando a  Pure Energy produziu o primeiro painel fotovoltaico do Nordeste. A fábrica, voltada para o mercado sustentável,  fica localizada no Polo Industrial de Marechal Deodoro e planeja figurar entre as maiores indústrias de energias limpas do mundo, mercado hoje dominado pela China.

 
De acordo com o diretor, Gelson Cerutti, este é um grande passo dado por Alagoas na inserção de um mercado pouco explorado no Brasil, que reúne as melhores condições para o uso deste tipo de energia. 
 
"O Brasil é o país que possui a maior captação de energia solar do mundo e só agora essa energia está começando a ser explorada. Na Europa, esse tipo de produção é utilizada há anos e, com isso,  Alagoas está colocando o Brasil em um novo patamar de produção energias limpas", afirmou.
 
Com capacidade de produção de 30 placas por hora, cada painel produzido pode armazenar a voltagem de 265 watts a 315 watts, podendo ser utilizado em pequenas residências e até em grande indústrias, assim como vem sendo feito por uma fábrica de cerâmica de 1 milhão de m² localizada no mesmo Polo Industrial.
 
"Estamos entrando em um mercado novo pouco explorado no Brasil, e aos poucos, vamos atendendo ao público consumidor. Com essa produção partindo de Alagoas, vamos atender desde pequenas residências a grandes indústrias", completou Cerutti. 
 
A fabricação
 
O parque industrial da Pure Energy, onde são fabricados os painéis, tem capacidade de produzir uma peça em poucos minutos. O processo inicia com a montagem das "células" que são responsáveis pela captação e transformação da luz solar em energia elétrica. 
 
"O processo inicial é totalmente mecânico com apenas a participação de um operador. Esta etapa é o 'coração' de todo o processo de produção", explicou Joel Ferrari, gerente industrial da Pure Energy.
 
Após esta etapa, as células são postas na base da placa onde seguem para o processo de solda, montagem, teste e finalização. Em poucos minutos, um painel fotovoltaico está pronto para ser comercializado.

Compartilhe isso

Comentários