Suspeitos de integrar grupo especializado em assaltos a bancos são presos na PB

Policial 10/02/2017 às 09:24


 A Polícia Rodoviária Federal prendeu na noite dessa quinta-feira (09) uma dupla suspeita de compor quadrilha de assaltantes de banco. De acordo com a PRF um homem e uma mulher seguiam de Pernambuco para Rio Grande do Norte quando foram interceptados com grande quantidade de cédulas de dinheiro ocultas em compartimentos do veículo em que viajavam.

 
Uma equipe de agentes da PRFs realizavam trabalhos de policiamento na rodovia quando abordaram um veículo Toyta Etios com placas de Natal (RN). A fiscalização seguia normalmente até que a dupla demonstrou nervosismo e contradições em suas respostas. Indagados pelo motivo da viagem, a mulher afirmou ter ido ao Recife para visitar o esposo que havia sido preso, segundo ela por por uso de documento falso e carro clonado.
 
Em revista ao interior do veículo, os policiais encontraram grande quantidade de cédulas ocultas em compartimento do veículo que fica entre lataria e o forro interno. Foi encontrada, ao todo, a quantia de R$ 3.900,00 em notas “novas” distribuídas em 1.030 cédulas de dinheiro em moeda nacional.
 
Após a abordagem houve a integração e a união de esforços entre a PRF e as Polícias Civis da Paraíba e Pernambuco para solucionar o crime. Com a integração entre as forças, descobriu-se que o dinheiro encontrado era proveniente de um roubo a banco na madrugada do último dia 3 em Porto de Galinhas, litoral Sul pernambucano.
 
Na realidade, o esposo da mulher abordada, foi preso em flagrante, junto a mais dois suspeitos, na Zona Sul do Recife transportando dois fuzis, munição e pistola e o homem é considerado um dos maiores assaltantes de banco do país.
 
A prisão do trio ocorrida na capital pernambucana no último dia 7, foi resultado de uma ação ocorrida próximo a um lava jato, quando agentes da PRF em Pernambuco perceberam uma movimentação suspeita no local. Após consultarem algumas placas nos sistemas policiais, foi constatado que um deles tinha placa clonada. Com o apoio da Polícia Civil e Militar local, os homens que ainda tentaram fugir foram abordados e grande arsenal foi apreendido.
 
O casal preso em Mamanguape, o dinheiro e o veículo foram encaminhados para a Polícia Civil e se condenados responderão pelo crime de Associação Criminosa e Receptação.

Compartilhe isso

Comentários