Artistas da PB e do CE duelam no 'De Repente no Espaço' nesta quarta, em JP

Cultura 28/02/2017 às 08:42


 Os artistas Erasmo Ferreira e Jorge Macedo são as atrações desta quarta-feira (1º) do projeto De Repente no Espaço. Eles fazem o duelo de poesia popular a partir das 19h, no mezanino do Teatro Paulo Pontes, no Espaço Cultural, em João Pessoa. A entrada é gratuita.

 
Erasmo Ferreira é natural de Aroeiras e reside há seis anos em Serra Branca. Desde os seus 15 anos de idade, canta e encanta os amantes da poesia popular, dedilhando a sua viola, parceira de muitas alegrias de norte a sul do Brasil.
 
Ele é destaque em festivais e encontros de violeiros pelo País. Com três CDs, participações em álbuns de festivais e parceiros de poesia, sendo autor de “Pedindo perdão”, em parceria com Heraldo Salviano, e “Apaixonado por essa mulher”, ambas regravadas por bandas de forró.
 
Já Jorge Macedo é natural de Quixeré, no Ceará, é repentista e com grande veia poética com destacado trabalho no cenário da cultura popular. Em 2009, participou do Festival Banco do Nordeste da Viola, em homenagem aos 100 anos de nascimento de Patativa do Assaré. Em setembro do ano passado, participou do Projeto Cantoria no Campus da UFCE, em Fortaleza, ao lado dos cantadores Geraldo Amâncio (Ceará) e Zé Viola (Piauí), além de Zé Eufrásio.
 
Cadastro de repentistas
 
A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) lançou o cadastro de poetas populares que desejam participar do projeto. Os interessados podem se cadastrar pela internet, preenchendo o formulário online e enviando-o para o e-mail derepente.funesc@gmail.com.
 
Também é possível a inscrição presencial, junto à Diretoria de Desenvolvimento Artístico e Cultural (DDAC), da Fundação. O chamamento público tem como objetivo a seleção de poetas para a temporada 2016/2017, tanto para apresentações a serem realizadas nas unidades culturais administradas pela Funesc quanto para circulação regional e nacional quando houver oportunidade.
 
Os inscritos serão avaliados por uma curadoria formada pelo coordenador do projeto, juntamente com um poeta popular convidado de notório saber da sociedade cível e a pela diretoria de desenvolvimento cultural da Funesc. Os selecionados receberão cachês estabelecidos da seguinte forma: R$ 2.000 para apresentações no Espaço Cultural José Lins do Rego; R$ 2.500 para apresentações fora da cidade de João Pessoa, dentro do Estado da Paraíba; R$ 3.000 para apresentações em estados da região nordeste; e R$ 5.000 para apresentações em outros estados do país.

Compartilhe isso

Comentários