Integração faz teste em barragem em PE e chegada das águas à PB atrasa

Brasil 06/03/2017 às 09:31


 O Ministério da Integração Nacional divulgou, na noite desse domingo (5), que a estrutura do reservatório Barreiro, em Sertânia, Pernambuco, está íntegro e o vazamento foi totalmente vedado pelas equipes técnicas. As obras foram realizadas ao longo dos três últimos dias e contaram com a colocação de rochas. Mais de 1 tonelada de material foi usada para selar qualquer possibilidade de vazamento. O Ministério da Integração não divulgou quando as águas da Transposição do Rio São Francisco chegarão à Paraíba. A previsão do governo federal era de que isso tivesse ocorrido nesse domingo, mas houve adiamento por causa do problema na barragem.

 
“O próximo passo será a liberação lenta e gradual da entrada de água no reservatório, com permanente acompanhamento. Isso vai nos permitir avaliar as condições de resistência do material sob a pressão provocada pela água”, explica o secretário de Infraestrutura Hídrica do Ministério da Integração Nacional, Antônio de Pádua.
 
Não está previsto enchimento total da unidade, que tem capacidade máxima para 2,6 milhões de m³. O teste será útil para a elaboração do laudo técnico recomendado pelo Ministério Público Federal de Monteiro, na Paraíba.
 
Pádua reforça o compromisso de enviar as informações solicitadas pelo MPF ainda esta semana, conforme recomendação nº 05/2017, recebida na última sexta-feira. “Vamos atender às recomendações como se fossem determinações da autoridade pública. Isso não se discute, cumpre-se”, afirmou.
 
O secretário destaca que antes mesmo de concluir o laudo, os técnicos que trabalham nas obras de recuperação do vazamento já estão adotando algumas das medidas definidas pelo MPF. Entre elas, estão medidas de emergência para controlar o vazamento e estabilizar a barragem, com avaliação das condições da estrutura.
 
Neste item, já foram tomadas as seguintes medidas: o uso de material rochoso de grande volume (pedras com mais de uma tonelada), que funcionaram como selador, ajudando a vedar o ponto de vazamento e estabilizar a barragem; orientação da população que reside próxima à área do vazamento; interação com a Defesa Civil e Prefeituras das regiões afetadas; acionamento da Companhia de Energia para desligamento de linhas de transmissão, no sentido de evitar acidentes, dentre outras.
 
Segurança
 
O secretário Pádua destacou o comprometimento do Ministério da Integração Nacional com a segurança das obras do Projeto São Francisco e reforçou que os serviços de vistoria e de monitoramento em todos os trechos do empreendimento são feitos de forma contínua. “Fazemos esse acompanhamento em todos os reservatórios, em todas as barragens. Nós temos leituras diárias do comportamento do barramento de cada barragem”, garantiu. Eles destaca que essa é uma obra de 2015.
 
Sobre o reservatório
 
As obras do reservatório Barreiro foram iniciadas em março de 2014 e finalizadas em setembro de 2015. O início do enchimento se deu em 25 de fevereiro deste ano e a saída das águas pela estrutura de controle aconteceu no dia 27 do mesmo mês, totalizando dois dias de enchimento. O reservatório, que tem comprimento de 1,91 km e 14,39 metros de profundidade, possui capacidade de 2.612.000 m³.

Compartilhe isso

Comentários