Evento intitulado Águas de Março movimenta cena cultural em João Pessoa

Cultura 10/03/2017 às 17:58


  “Farei uma transição fluida como as águas, entre a riqueza dos ritmos da música brasileira – sobretudo aquelas produzidas, criadas e cantadas por e para mulheres com outros diversos ritmos do mundo que entoam a identidade cultural e etnográfica do povo do nosso país, do nosso continente e da diáspora africana, que tem muito a contribuir até hoje com a nossa história”, contou em conversa com a imprensa a agitadora cultural, Dj Kylt. Se apresentando hoje, na Budega Arte Café, Kylt celebra o batizado “Águas de Março”, que é um evento direcionado a consciência destemida do feminino que habita em cada ser. Com início às 19h, a festividade percorre até às 22h. A entrada é gratuita.

Definido como águas com cor de amor, de luta e de sangue de vida, o evento renova na capital a promessa de vida no coração de todos os presentes. “Me refiro a consciência destemida do feminino como a descoberta e a auto-afirmação enquanto totalidade do ser, pois todos nós somos feitos da dualidade do feminino e do masculino. É necessário que busquemos um equilíbrio nestas polaridades, vivendo em harmonia e respeito entre todas e todos, encarando as diferenças de povos como algo que soma e não que subtrai”, disse a Dj.
 
Sendo residente de João Pessoa, Kylt representa orgulhosamente o Nordeste brasileiro. Iniciando sua carreira em 2005, ela vem durante este tempo percorrendo diversos horizontes com a música, o que a torna dona de uma engenhosa técnica e primorosa pesquisa musical. Em seu conceito estético, Kylt explora e dissemina de forma visceral a diversidade dos ritmos brasileiros, latinos e africanos com a fusão híbrida das sonoridades eletrônicas.
 

Compartilhe isso

Comentários