Águas do Velho Chico chegam à Paraíba, porém, Monteiro continua sem o precioso líquido nas torneiras

Regional 20/03/2017 às 23:22


Apesar das águas do Rio São Francisco já estarem desaguando no Rio Paraíba e consequentemente levando o precioso líquido às barragens de São José e Poções, a cidade de Monteiro continua em racionamento e algumas residências estão sem água nas torneiras há mais de 30 dias.

Diariamente a população vem utilizando os espaços das emissoras de rádio do município para criticarem o descaso que a empresa responsável pelo abastecimento, no caso a CAGEPA, não dar qualquer esclarecimento à população, o que causa mais revolta ainda aos consumidores que mensalmente recebem e pagam a fatura referente ao consumo que não existe.

Nesta segunda-feira, 20, vários internautas protestaram nas redes sociais este descaso da falta d’água e alguns já conclamam a população a fazerem protestos, bloqueando a passagem da água nas barragens São José e Poções, responsáveis pelo abastecimento da cidade.

Nos últimos 10 dias a cidade ganhou notoriedade nacional com a chegada das águas, inclusive recebendo a visita do presidente Michel Temer e dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, mas até o momento a crise hídrica continua atormentando a população que continua comprando água aos proprietários de carros pipas ou enchendo baldes de água nos poços disponibilizados pelo município.

Para irritar ainda mais os moradores de Monteiro, o governador Ricardo Coutinho esteve por duas vezes no município, oportunidade que discursou comemorando a chegada das águas do São Francisco, mas, não adotou quaisquer providências para solucionar a falta de água nas residências da cidade.
 
Para a prefeita Anna Lorena, este descaso do Governo do Estado em relação a Monteiro virou rotina. “O governador não tem a menor sensibilidade com relação a Monteiro, é assim com a saúde, a educação, agricultura e outros setores que são de fundamental importância. A UPA e o SAMU estão a mais de dois anos sem receberem os repasses do Governo Estadual, o que é previsto no convênio”, disse a prefeita para mostrar o verdadeiro descaso do atual governador para com a cidade de Monteiro.

Já o vereador Cajó Menezes, disse que vai apresentar esta semana um requerimento convidando o diretor regional da CAGEPA para vir a Câmara Municipal prestar esclarecimentos à população de Monteiro. “Alguém tem que esclarecer esta situação, antes não tinha água por conta da estiagem, hoje temos água suficiente nas barragens São José e Poções para abastecer a cidade, mas, o que se vê é uma constante falta de água”, disse o parlamentar.

VITRINE DO CARIRI

Compartilhe isso

Comentários