Cursos gratuitos da USP estão disponíveis em plataformas on-line

Cultura 09/04/2017 às 07:55


 Não é preciso passar no vestibular da Fuvest ou mesmo sair de casa para ter acesso a parte do conhecimento gerado na USP.

Acompanhando a popularização dos cursos on-line de instituições mundialmente conhecidas, como Harvard e Princeton, a maior universidade do País não ficou de fora e vem trabalhando para disponibilizar a cada vez mais pessoas – e não apenas seus alunos – cursos das mais variadas áreas do conhecimento. 
 
Com propostas e conteúdos diferentes, a USP está presente em três ambientes virtuais de aprendizagem, além de alimentar um projeto próprio, chamado e-Aulas. Conheça um pouco mais as iniciativas:
 
Coursera
https://pt.coursera.org/usp
Uma das principais plataformas de cursos on-line do planeta, o Coursera surgiu em 2012 por iniciativa de dois professores de Stanford, uma das mais importantes universidades do mundo. Fundamentado no sistema MOOC (em tradução literal, Curso On-line Aberto e Massivo), o site americano tem como objetivo “proporcionar acesso universal à melhor educação do mundo”.
 
Atualmente, os mais de cem parceiros do site oferecem quase 2 mil cursos gratuitos em todas as áreas do conhecimento. Se o aluno desejar, é possível pagar uma taxa para obtenção de certificado. No Brasil, o Insper, a Fundação Lemann, o ITA, a Unicamp e a USP são as instituições que oferecem cursos pela plataforma.
 
No Coursera, a USP disponibiliza dois cursos no momento: Introdução à Ciência da Computação com Python e Origens da Vida no Contexto Cósmico.
 
O primeiro é ministrado pelo professor Fabio Kon, do Departamento de Ciência da Computação do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP. Com duração de oito semanas, o curso é destinado a iniciantes na área e demanda de três a quatro horas de dedicação semanal.
 
O segundo tem como objetivo “apresentar os mais recentes avanços científicos na compreensão deste intrigante assunto” e conta com professores e pesquisadores do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da USP, além de doutores de outras áreas. Para concluir o curso, o aluno deve dedicar de uma a duas horas em cada umas das quatro semanas de duração.
 
Veduca
http://www.veduca.com.br/cursos
Desde o início da popularização dos sites estrangeiros de cursos on-line, os internautas do Brasil constavam entre os maiores frequentadores. Em março de 2012, o Veduca surgiu por iniciativa de quatro sócios-fundadores brasileiros. Desde então, a plataforma de e-learning ultrapassou a marca de 1 milhão de usuários cadastrados e atualmente disponibiliza mais de 200 cursos em 21 áreas de conhecimento.
 
Entre as mais de 20 universidades e instituições que oferecem o conteúdo estão o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), a Universidade de Oxford, a BM&FBOVESPA, a Google, a Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (Onudi) e a USP. O site também funciona no modelo freemium, onde os cursos são gratuitos e os certificados, em geral, são pagos.
 
Na plataforma nacional, a USP oferece atualmente 27 cursos em temas como direito, economia, geografia, ciências, história e política. Entre os destaques, está o curso de Física Básica, ministrado pelo professor Vanderlei Salvador Bagnato, do Instituto de Física de São Carlos. No Veduca, a USP também disponibiliza cursos como Ciência Política: Qualidade da Democracia, Medicina do Sono e Gestão de Projetos.
 
Univesp TV
http://univesptv.cmais.com.br/cursos
Uma das ferramentas da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), a plataforma Univesp TV também conta com videoaulas da USP. Dentre os mais de dez cursos disponibilizados estão incluídas disciplinas dos institutos da Universidade, como História do Brasil Colonial I, Introdução à Bioquímica e Cálculo II e IV.
 
O principal destaque da USP na plataforma são os cursos de Astronomia: Uma Visão Geral I e II. Disciplinas contidas na grade obrigatória dos estudantes de astronomia do IAG, as videoaulas já foram recomendadas por mais de 6.500 pessoas no site da Univesp TV e o primeiro vídeo do curso já foi assistido por cerca de 200 mil pessoas no Youtube.
 
e-Aulas
http://eaulas.usp.br/
Inspirada em modelos adotados por universidades de grande porte, a USP também possui uma plataforma própria de videoaulas. O e-Aulas, inaugurado em 31 de maio de 2012, contém mais de 1.317 horas de vídeos nas áreas de exatas, humanas e biológicas.
 
Todo o conteúdo do portal é gratuito e aberto para a população em geral, e, além disso, qualquer professor da USP pode disponibilizar suas aulas, cursos e palestras na plataforma. Segundo o site do e-Aulas, o projeto representa “o reconhecimento por parte da Universidade de que uma de suas funções é a disseminação do conhecimento”.

Compartilhe isso

Comentários