'Chupeta eletrônica' de estudantes da Paraíba vence competição nos EUA

Paraíba 10/04/2017 às 15:31


 'Bubu Digital' foi desenvolvido por alunos do IFPB. HackBrazil foi parceria com o MIT, em Cambridge.

Três estudantes de engenharia elétrica do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) venceram o evento de tecnologia HackBrazil, realizado em parceria com o Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT), nos Estados Unidos, com um projeto de chupeta eletrônica que verifica temperatura e umidade corporal dos bebês.
 
O projeto "Bubu Digital", que pode ajudar a reduzir a mortalidade infantil no mundo, concorreu com quatro finalistas de outros estados brasileiros durante o Brazil Conference at Harvard & MIT, realizado no fim de semana em Cambridge.
 
Formada pelos alunos Adjamilton Medeiros Júnior, Júlio Cézar Coelho e Rychard Guedes, a equipe “Questão de Brio” é responsável pelo projeto de chupeta equipada por microcontroladores e sensores, que envia os dados coletados para dispositivos móveis e alerta se a criança está com alguma enfermidade. O monitoramento dos dados pode ser feito de forma constante e em tempo real.
 
A equipe “Questão de Brio” empatou com um grupo de Minas Gerais na final da competição, mas os jurados premiaram as duas equipes com um investimento de mil dólares, para o aperfeiçoamento do projeto. “Foi incrível receber o reconhecimento, ver que nossa ideia está indo para frente”, comentou Júlio Cézar.
 
O estudante explica ainda que o próximo passo é melhorar o projeto e buscar investimentos para transformar o protótipo do “Bubu Digital” em um produto disponível no mercado. “Esses mil dólares são o pontapé inicial, porque pretendemos fazer algo muito bom para a sociedade”, completa.
 
Segundo Richard Guedes, a conquista é um marco para a Paraíba e para o IFPB. “Essa vitória é muito importante, pois levamos o nome do instituto e do estado para as duas maiores universidades do mundo. O feedback que tivemos depois da apresentação foi fantástico, muitas pessoas foram nos procurar para oferecer ajuda na parte jurídica, técnica, artística e nos parabenizar”.
 
A HackBrazil, que acontece desde 2015, tem o objetivo de estimular a reflexão sobre o futuro do Brasil e seu papel no mundo, além de incentivar ações que busquem soluções para diversos problemas enfrentados pelo país. Para isso, os participantes resolvem esses problemas com o uso de tecnologia, criatividade e inovação.

Compartilhe isso

Comentários