Genro de Silvio Santos é acusado de receber R$ 100 mil da Odebrecht

Política 13/04/2017 às 15:41


 O deputado federal Fábio Faria (PSD-RN) é conhecido no meio político pelo sucesso com mulheres famosas. Ele namorou celebridades como a apresentadora Sabrina Sato e é noivo da herdeira de Silvio Santos, Patrícia Abravanel, com quem tem um filho. O histórico rendeu ao parlamentar o apelido de “garanhão” na lista de políticos aliciados com propina repassada pela empreiteira Odebrecht.

O nome consta em planilha do Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, que ficou conhecido como departamento de propinas. O deputado também aparece na lista como “bonitão”. Conforme inquérito autorizado pelo ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), Faria aparece como recebedor de R$ 100 mil como doação da empreiteira durante a campanha de 2010.
 
Bastante ativo nas redes sociais, o deputado não se pronunciou até o momento sobre a abertura de inquérito contra ele. Apesar de diversas tentativas, o UOL não conseguiu contato com o parlamentar em seu gabinete.
 
O pai dele, o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), e a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), também são acusados de receber R$ 350 mil da Odebrecht.  O governador potiguar foi apelidado na Odebrecht como “bonitinho” e Rosalba como “carrossel”. Rosalba foi eleita governadora em 2010, com Robinson como vice.
 
Os três contaram com o apoio da empreiteira para favorecer a sua empresa de saneamento básico, a Odebrecht Ambiental. Em troca do apoio financeiro de campanha, a Odebrecht participaria de Parcerias Público-Privadas (PPPs) no Rio Grande do Norte. Em seu despacho, Fachin observa que, por ser concessionária de serviço público, a Odebrecht Ambiental não poderia fazer doações de campanha. A saída encontrada foi repassar recursos pelo departamento de propinas da empreiteira.
 
Em nota, o governador negou ter recebido doações irregulares e se disse “pronto para prestar os esclarecimentos que venham a ser necessários à Justiça”.

Compartilhe isso

Comentários