Homem é preso suspeito de forjar roubo do próprio carro para receber seguro

Policial 14/04/2017 às 08:27


 Um homem foi preso, nesta quinta-feira (13), em Campina Grande, suspeito de tentar aplicar o ‘golpe do seguro’ ao tentar forjar o roubo do próprio carro para receber o valor do bem de uma empresa seguradora de veículos. 

 
O crime foi descoberto por policiais rodoviários federais, que realizavam fiscalização de rotina no quilômetro 149 da rodovia BR-230 e perceberam um veículo sendo abandonado no acostamento com um homem saindo do carro e se distanciando dele.
 
“Quando ele estava passando pela equipe, foi indagado o motivo ter estacionado o carro ali, já que não era permitido. Ele respondeu que o motorista era o irmão dele e que se encontrava dentro do veículo. Os policiais foram até o carro e não encontraram ninguém em seu interior”, informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF).
 
Porém, dentro do carro, os policiais acharam uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH), o documento do carro e um crachá, todos pertencentes ao homem que saiu do veículo e que havia informado aos policiais que o irmão era o condutor do carro.
 
Momentos antes de acompanhar a retirada do carro da rodovia, os policiais foram informados do registro de um Boletim de Ocorrência, informando o roubo de um carro com as mesmas características e placas do veículo abandonado.
 
“Assim que os policiais rodoviários federais ouviram a mensagem referente ao roubo, ligaram para a Delegacia da Polícia Civil para saber se o proprietário ainda estava lá prestando a queixa. Logo que entraram na delegacia [os policiais] avistaram o mesmo homem que havia abandonado o carro. [Ele] tinha como objetivo dar o conhecido golpe do seguro, que é quando o proprietário se desfaz do veículo e, em seguida, registra uma falsa comunicação de crime com o objetivo de receber o prêmio da seguradora”, disse a PRF.
 
Ainda na delegacia, o suspeito foi preso e vai responder pelo crime de contravenção de falsa comunicação de crime, podendo também ser indiciado por estelionato.

Compartilhe isso

Comentários