Polícia investiga mais um suicídio ligado ao jogo Baleia Azul na Paraíba

Policial 18/04/2017 às 15:01


 Polícia investiga suicídio de menino que pode estar relacionado com o jogo/desafio “Baleia Azul” O suicídio de um adolescente de 12 anos ocorrido em João Pessoa pode estar relacionado com o jogo/ desafio “Baleia Azul” ou “blue whale”.

O fato foi revelado pelo tenente coronel Arnaldo Sobrinho, comandante do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop). Segundo ele, o suicídio aconteceu no mês de março, em data e local não divulgados pela polícia.

De acordo com Arnaldo Sobrinho, além do suicídio, a equipe do Ciop também constatou que há pelo menos um mês houve a participação de outras pessoas no jogo. “As situações foram verificadas numa escola pública da Zona Sul e numa escola pública do Centro”, esclareceu o militar.

Segundo o comandante do Ciop, foram produzidos dois relatórios que serão encaminhados à Polícia Civil da Paraíba e também à Polícia Federal, pois, ficou constatada a participação de pessoas de outros estados no gerenciamento do jogo. O oficial da Polícia Militar da Paraíba disse que o jogo com origem na Rússia, entre 2015/2016, disseminou- se pela Europa, fazendo várias vítimas e chegou ao Brasil recentemente. No jogo há um “curador”, espécie de instrutor, que orienta a outra pessoa sobre as regras e o que deve ser feito, como desafio, de um total de 50.

Automutilação
 
De início, os desafios podem ser simples, como: acordar às 4h20 da manhã e assistir a um filme de terror, podendo evoluir para desafios de automutilação que incluem utilizar uma lâmina para “desenhar” no braço uma baleia e enviar a comprovação pelo celular. O desafio final é o suicídio do participante. Arnaldo Sobrinho orienta os pais a conversarem com seus filhos menores ou adolescentes e perguntarem se eles estão participando do jogo “Baleia Azul” ou “Blue Whale”.
 

Compartilhe isso

Comentários