Federação Paraibana de Futebol vai reduzir número de participantes

Esporte 19/04/2017 às 21:40


 O que era apenas uma ideia da Federação Paraibana de Futebol (FPF), de reduzir o número de participantes do Campeonato Paraibano, acabou se tornando realidade. Pelo menos foi o que confirmou o presidente da entidade Amadeu Rodrigues em entrevista à rádio CBN João Pessoa, no último domingo, após a partida entre Botafogo-PB e Treze.

O dirigente informou que a decisão passa a valer já na próxima temporada e, por isso, a 2ª divisão do estadual deste só vai dar acesso a uma equipe. Algo que vai se repetir no próximo ano. A intenção é que o Paraibano de 2019 só tenha oito times. Para chegar ao número ideal, dois clubes continuam sendo rebaixados na 1ª divisão.
 
- Neste ano, deixamos tudo certo, como estava programado, e foi liberado pela CBF. Mas, ainda assim, é um campeonato muito longo, com 22 datas. É longo. A gente tem que pensar sobre isso. Eu vou pensar nisso e mudar a segunda divisão. Só vai subir um neste ano e também no ano que vem. A gente não tem como continuar com 10 clubes - ressaltou.
 
O Paraibano deste ano começou no dia 8 de janeiro e a previsão é de que acabe no dia 7 de maio, após quatro meses de duração. Com a diminuição de clubes participantes do Paraibano, a Federação pretende reduzir também o número de datas da competição, para obedecer a recomendações da CBF.
 
Amadeu chegou a dizer que outras entidades do Nordeste têm seguido este caminho e citou as do Rio Grande do Norte, do Sergipe e do Ceará.
 
- Todos precisam diminuir porque não tem mais data. A gente tem que trabalhar com pé no chão e pensar numa fórmula que se encaixe com o calendário, senão a gente não termina o campeonato. Isso está acontecendo nos outros estados do Nordeste, que têm três competições no primeiro semestre - lembrou. Com as mudanças, o atual formato de disputa do Campeonato Paraibano - que teve 10 clubes e 22 datas neste ano - passaria a ter 20 datas (e nove clubes) em 2018 e 18 datas (e oito clubes) em 2019. Mas vale lembrar que o regulamento da competição pode mudar nas próximas edições caso haja consenso entre os clubes.
 

Compartilhe isso

Comentários