Orquestra Jovem da PB apresenta concerto com participação de flautista do PE

Entretenimento 09/05/2017 às 14:57


 A música do compositor baiano Welington das Mercês vai abrir o 2º Concerto Oficial da Temporada 2017 da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba, nesta quinta-feira (11), às 20h30, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural, em João Pessoa.

 
 
O concerto tem regência do maestro titular da OSJPB, Luiz Carlos Durier, com a participação do flautista Ecenilson Dias, professor de flauta transversal e iniciação musical na Escola BSB Musical. A entrada é gratuita.
 
“Salve, Salvador” será a primeira música executada pelos jovens instrumentistas. O autor é o trompetista baiano Wellington das Mercês (1973), que tem feito arranjos de várias canções da MPB e de artistas consagrados como Tom Jobim, Ivan Lins, Moacir Santos e Djavan, dentre outros.
 
Logo depois, o concerto segue com a execução de “Na Primavera – Suíte para Flauta e Orquestra, Op. 138” (Prelúdio, Valsa Capricho, Através do Deserto, Na Floresta e Riachos da Primavera), do compositor russo Sergey Vasilenko (1872-1956), que foi professor de orquestração e composição e chefe do departamento de música no Conservatório de Moscou. As suas primeiras obras refletem um entusiasmo pela música popular russa, mas a partir de 1910, Sergey Vasilenko mostrou interesse pela música popular oriental, em particular a da Ásia Central. A execução dessa obra terá a participação do flautista pernambucano Ecenilson
 
 
Dias como solista.
 
Para finalizar, a Orquestra Sinfônica Jovem vai tocar “Variações Sinfônicas Op. 78”, do compositor checo da Era Romântica Antonin Dvorak (1842-1904). Nas suas composições, Dvorak aplicou algumas das características da música popular da Morávia e da sua terra natal, a Boémia (então parte integrante do Império Austro-Húngaro e atualmente parte da República Checa). O estilo próprio de Dvorak tem sido descrito como o expoente máximo que conjugou o idioma nacional com a tradição sinfônica, integrando influências populares.
 
Solista
 
Natural de Caruaru (PE), Ecenilson Dias cresceu na cidade de Cupira, no interior de Pernambuco. Iniciou seus estudos em música no ano de 2001, na Banda Municipal de Cupira, onde estudou flauta transversal. Em 2008, ingressou no curso Regular em Flauta Transversal do Conservatório Pernambucano de Música (CPM), na cidade do Recife, estudando no curso preparatório até o ano de 2010, quando respectivamente obteve aprovação no teste de seleção para ingressar no curso técnico em instrumento da mesma instituição. Atualmente estuda flauta transversal no curso de Licenciatura em Música, com ênfase em Flauta Transversal, na Universidade Federal de Pernambuco.
 
Participou de vários Master Classes em festivais e universidades: XII Festival Internacional de Flautistas em Belém (PA), XIII Festival Internacional de Flautistas em Vitória (ES), XVII Festival Música nas Montanhas em Poços de Caldas (MG), 2º Festival Internacional de Flautistas em Bauru (SP) e XII Festival de Música de Santa Catarina, entre outros. Ecenilson Dias obteve o título de aluno destaque no 2º Festival Internacional de Flautistas em Bauru (SP), recebendo como prêmio uma aula virtual com o flautista Sir. James Galway.
 
Entre suas experiências em orquestras e grupos profissionais destacam-se a Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba, Orquestra Sinfônica do Conservatório Pernambucano de Música, Orquestra Sinfônica Jovem de Pernambuco, Orquestra Sinfônica Menino Cidadão, Orquestra de Câmara Vicentti Fittipaldi, Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Pernambuco, Banda Sinfônica do Centro de Educação Musical de Olinda, Ópera Don Giovanni, Opereta a Noiva do Condutor e Antúlio Madureira.
 
Entre os meses de junho e julho de 2016, participou de uma turnê pela França com o grupo Contracantos & Contraventos. Atuou como intérprete no Recital de Músicas Contemporâneas dos alunos da Universidade Federal de Pernambuco, Recital do Professor Sueudo Fernandes, Recital de formatura de Bruna Caroline. Foi também convidado pela Fundação Levino Ferreira para realizar um Master Classe na Classe de Flauta Transversal na Cidade de Bom Jardim (PE) e atualmente desempenha a função de professor de flauta transversal e iniciação musical na Escola BSB Musical.
 
Regente
 
Natural de João Pessoa (PB), Luiz Carlos Durier é o regente titular da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba (OSJPB) há 17 anos. Seu trabalho direcionado para jovens músicos em formação tem reconhecimento em todo o Brasil. As suas interpretações cativantes e criativas produzem sempre sucesso de público e crítica. Sob sua batuta já se tornou tradição a Jovem apresentar estreias mundiais com excelente qualidade técnica e artística. Em setembro de 2013 foi nomeado diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB).
 
Na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), concluiu o ensino superior de música nos cursos de Licenciatura e Bacharelado. Desde que chegou à Escola Estadual de Música Anthenor Navarro (EEMAN), em 1991, lidera atividades de educação musical ensinando: Musicalização, Viola, Música de Câmara e Regência. Participou das XIX e XX Semana da Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) como professor da classe de regência. Na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) está realizando o Curso de Especiação Em Fundamentos da Educação – Práticas Pedagógicas Interdisciplinares.
 
Como regente convidado conduziu a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, Orquestra Sinfônica do Estado de Sergipe, Orquestra Sinfônica da UFRN e Orquestra Criança Cidadã do Recife. Regeu a Orquestra de Cordas da 29ª e 30ª Oficina de Música de Curitiba. Na sua formação como regente foi aluno de Wolfgang Groth, Nelson Nuremberg e Guilhermo Scarabino. Desde 2005 estuda com o maestro Osvaldo Ferreira. Participou de Master Class com os maestros Kurt Masur e, recentemente, com Dante Anzolini. Ainda teve como mestres o maestro José Siqueira, José Alberto Kaplan, Iara Bernette, Violeta de Gainza, Guilhermo Campos e Horácio Schafer. No ano de 2012 recebeu a Comenda de Honra ao Mérito, pelo brilhante desempenho profissional frente a OSPB.
 
Conduziu a OSPB na gravação ao vivo do CD da cantora Marinês e sua Gente, do DVD Sivuca e os Músicos Paraibanos. Tem acompanhado com frequência, artistas populares com a OSPB e OSJPB em grandes concertos populares, tais como: Ângela Rô Rô, Arnaldo Antunes, Tico Santa Cruz e Renato Rocha (Detonautas), Flávio José, Genival Lacerda, Alcione, Toninho Ferragutti, Geraldo Azevedo, Dominguinhos e Zélia Duncan, sempre com grande sucesso de público e crítica.
 
No dia 5 de agosto do ano passado, Durier regeu as duas orquestras paraibanas no concerto com o cantor e compositor Zé Ramalho, comemorativo aos 431 anos da cidade de João Pessoa. A apresentação lotou o Teatro Pedra do Reino, do Centro de Convenções de João Pessoa.
 
Serviço:
 
2º Concerto Oficial da Temporada 2017 da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba
 
Regente: Luiz Carlos Durier
 
Solista: Ecenilson Dias (flauta)
 
Dia: 11/05/2017 (quinta-feira)
 
Hora: 20h30
 
Local: Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural
 
Ingresso: Gratuito
 

Compartilhe isso

Comentários