Boqueirão já acumula mais de 7,4 milhões de m³ de água da transposição

Paraíba 18/05/2017 às 11:23


 O açude Epitácio Pessoa, no município de Boqueirão, no Cariri paraibano, já recebeu mais de 7,4 milhões de metros cúbicos de água da transposição do Rio São Francisco, desde que houve o encontro com o espelho d’água do reservatório, há um mês. Conforme a Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (AESA), no dia 18 de abril, o açude tinha 11,9 milhões de metros cúbicos e agora tem 19,4 mi, equivalente a 4,7% da capacidade total.

 
As águas da transposição do Rio São Francisco começaram a acumular no reservatório no dia 18 de abril deste ano, na época o reservatório tinha apenas 2,9% da capacidade total que é de 411,6 milhões de metros cúbicos, conforme a Aesa. Antes disso, já havia sido registrada a chegada das águas à bacia hidráulica do reservatório, no dia 12 do mês passado.
 
A transposição começou a chegar na Paraíba na noite do dia 8 de março, três dias antes do previsto pelo Ministério da Integração Nacional. Após passar pelo reservatório de Poções, em Monteiro, as águas chegaram ao terceiro reservatório no dia 20 de março, passando pelo açude de Camalaú.
 
Há um mês, a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), foi autorizada pela Agência Nacional das Águas (ANA) a retirar mais água do açude de Boqueirão, resultando na redução do racionamento em Campina Grande. Conforme a Cagepa, o abastecimento na zona 1 foi antecipado das manhãs de segunda-feira para às tardes de domingo. Já na zona 2, o fornecimento foi prorrogado das tardes de sábado para às manhãs de domingo.
 
O gerente da companhia, Ronaldo Meneses, informou que o racionamento só será finalizado quando o manancial atingir cerca de 8,2% da capacidade total, com esse volume o açude sai do chamado volume morto.

Compartilhe isso

Comentários