Serviços e atrações culturais movimentam 26º Salão de Artesanato

Cultura 27/06/2017 às 16:02


 Quem visitar o 26º Salão de Artesanato da Paraíba, além de encontrar peças artesanais confeccionadas por profissionais de 80 cidades do estado, vai contar ainda com diversos serviços e atrações culturais que fortalecem ainda mais a principal característica do evento: a regionalidade. O tema desta edição do Salão de Artesanato, realizado até 2 de julho, em Campina Grande, é “Das águas que renovam a esperança nasce o desenvolvimento”.

Segundo a coordenação do Programa do Artesanato da Paraíba (PAP), Lu Maia, as parcerias firmadas pelo Governo do Estado para a realização do 26º Salão de Artesanato foram fundamentais para tornar o evento ainda mais dinâmico. Entre os parceiros, estão a Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor da Paraíba (Procon-PB) e Junta Comercial do Estado da Paraíba (Jucep).
 
De acordo com Lu Maia, coordenadora do PAP, os serviços oferecidos pelo Governo do Estado e por outros parceiros do 26º Salão de Artesanato da Paraíba têm como objetivo beneficiar os visitantes, estimado em 50 mil pessoas. “É uma forma de aproximar ainda mais o Salão dos turistas, dos paraibanos, que vão poder tirar dúvidas numa relação de consumo, por exemplo”, afirmou. Uma exposição do Ministério Público do Trabalho sobre o trabalho infantil também pode ser vista por quem visita o evento.
 
Outro grande destaque do evento são as atrações culturais. Até o próximo domingo (2), encerramento do 26º Salão de Artesanato da Paraíba, artesãos e o público visitante terão a oportunidade de entrar ainda mais em contato com a autêntica cultural nordestina. “As peças confeccionadas pelos nossos artesãos representam a cultura paraibana, e essas atrações vêm fortalecer ainda mais esse aspecto, deixando encantado o turista, mas também que é da terra”, acrescentou Lu Maia.
 
Programação cultural – Várias atrações já passaram pelo Salão de Artesanato da Paraíba, a exemplo do grupo folclórico Raízes, de Campina Grande. “Esse grupo encantou os turistas e artesãos ao interpretar a Ave Maria e, no fim da apresentação, realizar a dança do cangaço”, destacou Lu Maia, lembrando que a gastronomia regional também é outro ponto forte do Salão.
 
As atrações que ainda vão animar a 26ª edição do Salão de Artesanato da Paraíba são as seguintes:
 
- 27/6, às 18 h – Grupo de Dança Folclórica;
 
- 28/6, às 18 h – Jeito Nordestino;
 
- 29/6, às 19 h – Dupan;
 
- 30/6, às 19h – Alexandre Pé de Serra;
 
- 1/7, às 19 h – Dário Eustáquio da Silva;
 
- 2/7, às 16 h – Grupo Flor do Lírio;
 
- 2/7, às 19 h – Chagas Fernandes.
 
 
O Salão de Artesanato da Paraíba é uma realização do Governo do Estado por meio da Secretaria do Turismo e Desenvolvimento Econômico/Programa do Artesanato da Paraíba.
 
 
Serviço – 26ª edição do Salão do Artesanato da Paraíba
 
Período: de 18 de junho a 2 de julho
 
Abertura: 18/6, às 19 h
 
Horário de visitação: das 14 h às 21 h
 
Entrada: Gratuita
 
 
Endereço: Rua Miguel Couto, 227 – próximo ao Parque do Povo (antiga concessionária Cavesa)
 

Compartilhe isso

Comentários