Empresário dá detalhes sobre denúncia que terminou com prisão de prefeito

Policial 06/07/2017 às 13:12


 O empresário que denunciou a suposta cobrança de propina pelo prefeito de Bayeux, Berg Lima, para a liberação de pagamentos pendentes na prefeitura, deu detalhes da investigação que culminou com a prisão do gestor, na tarde dessa quarta-feira (5).

 
O empresário revelou ter sido procurado pessoalmente pelo prefeito, que teria lhe cobrado propina para liberar o pagamento de empenhos atrasados. O empresário possui um restaurante e fornece gêneros alimentícios a servidores que trabalham na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município.
 
Ele revelou que resolveu fazer a denúncia logo após o pagamento do primeiro repasse ao gestor. Segundo ele, a prefeitura lhe deve mais de R$ 140 mil e toda vez que recebia algum empenho tinha que pagar uma parte a Berg Lima. Ao todo, ele já teria repassado R$ 11,5 mil ao prefeito.
 
“Recebi três pagamentos: um de R$ 15 mi, outro de R$ 21 mil e o último agora de R$ 16 mil, quando repassei R$ 3, 5 mil ao prefeito”, disse.
 
Após a prisão de Berg Lima, o dono do restaurante resolveu viajar e só deve retornar às atividades na próxima segunda-feira (10).
 
Questionado se teria recebido algum tipo de ameaça, o empresário negou qualquer tipo de investida neste sentido.

Compartilhe isso

Comentários