Romero renova contrato com empresa para gerenciar Maior São João do Mundo

Cultura 06/07/2017 às 15:21


 Ao fazer um balanço da edição 2017 do Maior São João do Mundo, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), disse que o resultado da festa foi satisfatório, e anunciou a renovação da empresa Aliança para gerenciar o evento no próximo ano. Segundo Romero, a empresa correspondeu as expectativas, e por isso, terá o contrato renovado.

Em entrevista a imprensa campinense concedida direto do Centro Cultural Lourdes Ramalho, ao lado do Parque do Povo, Romero anunciou novidades para a edição do ano que vem. Aproveitando a as presenças de Luiz Otávio Vieira e Michely Félix, respectivamente presidente e executiva da Aliança Comunicação e Cultura, além do representante da Medow Promo, Jomário Souto, ele confirmou o início dos festejos juninos de 2018 para o dia 1º de junho. O evento vai até o dia 1º de julho.
 
“Diante da proporção cada vez maior que o evento ganha ano após ano, anunciar a data da festa com antecedência é importante para que as pessoas se programem, agendem viagem e coloquem o Maior São João do Mundo nos seus roteiros de passeio”, justificou o prefeito.
 
Em relação aos números e indicadores da edição 2017, mesmo com as pesquisas encomendadas em fase de conclusão, Romero Rodrigues comemorou os levantamentos prévios e reiterou que durante o mês de junho a economia da cidade se movimenta de forma tão positiva que a arrecadação supera o período natalino. O exemplo citado pelo gestor tem como base o depoimento do empresário Divaildo Bartolomeu, presidente do SindCampina (Sindicato dos Bares, Restaurantes, Hotéis e Similares): a despeito da crise econômica pela qual ainda atravessa o país, em junho Campina Grande não só superou o déficit de crescimento nacional como teve um incremento de 15% nesse setor, num comparativo com o mesmo período do ano passado.
 
“Muito se discute sobre o caráter cultural do nosso São João, numa referência aos artistas sertanejos. Mas das mais de 500 apresentações, tivemos apenas 10 que diferiram um pouco. Só que é preciso entender são justamente essas grandes atrações que trazem um público novo para o evento, atraem patrocinadores e pagam todas as demais. E graças a esse modelo de gestão adotado em 2017, finalizamos o evento com uma economia de R$ 5 milhões e sem dever a absolutamente ninguém”, destacou.
 
O prefeito registrou ainda que “depois de 34 anos, a gestão municipal acorda pós-São João com equilíbrio financeiro e recursos disponíveis para a construção de um hospital”, numa referência à obra do novo prédio do Hospital da Criança e do Adolescente, que está sendo erguido nas proximidades do ginásio O Meninão.
 

Compartilhe isso

Comentários