Projeto de criação de frango caipira gera emprego e renda para agricultores

Paraíba 08/07/2017 às 10:49


 A avicultura alternativa está mudando a vida de agricultores familiares da comunidade Alagamar, no município de Salgado de São Felix, no Agreste da Paraíba, a 81 km de João Pessoa, onde o governo do Estado, por meio da Gestão Unificada Emepa/Interpa/Emater, vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), desenvolve projeto. 

 
O agricultor familiar Reinaldo Hermínio Rodrigues vem se destacando na atividade. Depois de participar de curso promovido pela Emater, montou as estruturas de um aviário, recebeu os pintos e 60 dias depois fez a primeira comercialização dos frangos. A persistência e a dedicação da família dele para a execução das novas atividades na comunidade rural onde reside, seguindo as orientações técnicas ,fez com que o agricultor planejasse ampliar o criatório. Desta vez recebendo recursos de R$ 4 mil obtidos com financiamento no Banco do Nordeste, por meio do programa Agroamigo. Com o dinheiro, ampliou a área de criação, adquiriu 150 pintos de engorda e comprou uma tonelada de ração.
 
A execução dessa atividade está sendo possível depois que ele recebeu 40 pintos, 50 metros de tela, 13 telhas brasilit, 80 quilos de ração, 130 metros de arame farpado, bebedouro e comedouro. Sessenta dias depois, vendeu 30 frangos em média por R$ 20 cada animal, ficando satisfeito com os resultados.
 
Na comunidade, foram 15 agricultores que participaram do curso de avicultura, dos quais seis decidiram trabalhar com a criação de frango caipira. Todos têm o acompanhamento do técnico José Wilson da Silva, do escritório regional da Emater em Salgado de São Felix.
 
O agricultor Reinaldo e a esposa dele, Maria José, disseram que estavam satisfeitos por terem participado do curso de avicultura promovido pela Emater. “Agradecemos porque está ajudando a mudar nossas vidas”, afirmou o casal.

Compartilhe isso

Comentários