Max, ex-goleiro do Botafogo, tem morte cerebral confirmada após 20 dias

Esporte 26/07/2017 às 19:56


 O ex-goleiro Maxlei dos Santos Luzia, o Max, teve morte cerebral confirmada nesta quarta-feira, informou o Botafogo. O ex-jogador do Glorioso, que tinha 42 anos, estava internado no Hospital da Lagoa, no Rio de Janeiro, há aproximadamente um mês e, quando foi submetido a testes neurológicos na quarta, não respondeu aos estímulos.

Max foi internado 20 dias após um acidente de carro em uma tentativa de assalto em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O edema cerebral não teria relação com o acidente.
 
Formado na Portuguesa da Ilha, Max defendeu o Botafogo entre 2002 e 2008, quando ganhou uma Taça Rio, uma Taça Guanabara e um Campeonato Carioca. O ex-goleiro também defendeu Joinville, América-MG, Vila Nova, Boa Esporte, Gama, entre outros times. Pelo time catarinense, ele conquistou o Campeonato Brasileiro Série C em 2011. Max se aposentou em 2013.
 
O Botafogo – que enfrentará o Atlético-MG no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira – irá fazer um minuto de silêncio em homenagem ao ex-goleiro e prestou suas condolências aos familiares. O Joinville também divulgou uma nota de falecimento e se solidarizou com familiares e amigos.

Compartilhe isso

Comentários