Após 20 anos, Brasil volta a ter o jogador mais caro do futebol mundial

Esporte 04/08/2017 às 09:20


 A transferência de Neymar para o Paris Saint-Germain (FRA) por 222 milhões de euros (R$ 813 milhões) vai mais do que dobrar o valor recorde que o Manchester United (ING) pagou pelo francês Pogba no ano passado: 105 milhões de euros (R$ 385 milhões em valores atuais).

 
Até então, nenhuma equipe havia investido tanto dinheiro em uma contratação.
 
A última vez que um brasileiro foi protagonista da transferência mais valiosa do futebol mundial aconteceu em 1997. Naquele ano, o Real Bétis (ESP) foi convencido a desembolsar US$ 32 milhões (R$ 101 milhões) ao São Paulo para comprar Denílson, então com 19 anos. O meia-atacante era considerado uma revelação do clube do Morumbi e permaneceu no país até o ano seguinte, quando disputou a Copa do Mundo na França pela seleção brasileira. Até hoje, Denílson é a contratação mais cara da história do clube espanhol.
 
Antes dele, Ronaldo era a aquisição mais valiosa do futebol. Em 1997, aconselhado pelos empresários e disputado por diferentes equipes, o atacante aceitou a oferta da Inter de Milão (ITA).
 
Ele deixou o Barcelona, tal qual Neymar, e o time espanhol recebeu US$ 29 milhões (R$ 91,8 milhões). Antes disso, em 1996, ele já havia sido o mais caro ao sair do PSV (HOL) para atuar pelo clube catalão: foi vendido por US$ 20 milhões (R$ 63,3 milhões).
 
Dez maiores transferências da história do futebol - Jogadores e temporada da transferência; valores em milhões de Euros
 
A inflação nos preços pagos nas transferências dos jogadores faz com que, em um ranking atual das transferências mais caras, Ronaldo e Denílson não estejam nem entre os 50 primeiros.
 
A condição de Denílson como jogador que custou mais dinheiro no mercado da bola internacional durou até 1999, quando a Inter de Milão pagou US$ 45 milhões (R$ 142,5 milhões) para tirar o centroavante Christian Vieri da Lazio (ITA).
 
Antes da contratação de Neymar pelo PSG, o brasileiro mais caro da história era o meia Oscar, que no início deste ano trocou o Chelsea (ING) pelo Shanghai SIPG, da China, por 70,4 milhões de euros (R$ 258 milhões). Isso se considerarmos o valor que o Barcelona anunciou ter pago por Neymar em 2013, quando o atacante chegou ao clube catalão: 57,1 milhões de euros (R$ 210 milhões), sendo que, desse valor, apenas 17,1 milhões de euros (R$ 63 milhões) foram para o Santos.
 
Em 2014, após questionamentos na Justiça espanhola sobre o valor da transferência, o Barcelona afirmou que o custo total, incluindo luvas, comissões e aquisição de preferência na contratação de outros jogadores do Santos, elevava o valor do negócio para 86,2 milhões de euros (R$# 317 milhões), o que já deixaria o atacante como jogador de futebol brasileiro mais caro da história.

Compartilhe isso

Comentários