Imprensa internacional repercute ação no Rio um ano depois da Olimpíada

Brasil 05/08/2017 às 21:27


 A imprensa internacional repercute neste sábado (5) a realização da Operação Onerat, no Rio de Janeiro, que busca combater o roubo de cargas e o tráfico de drogas, que acontece um ano após o início da Olimpíada de 2016.

Até as 11h deste sábado, dois homens haviam sido mortos e pelo menos 18 foram presos, além de dois menores apreendidos. A operação envolve cerca de 5 mil homens, com o objetivo de cumprir 55 mandados: 40 de prisão e 15 de busca apreensão.
 
O The Guardian destacou o número de tropas atuando na ação e que a situação econômica do Rio depois da Olimpíada de 2016 estaria "saindo do controle".
 
Nos Estados Unidos, o "The New York Times" falou sobre a operação, que está ocupando favelas no norte do Rio, como parte dos esforços para combater a onda de violência na cidade.
 
Reportagem do Washington Post destacou a fala do ministo da defesa, Raul Jungamann, de que as patrulhas começarão a participar das operações contra traficantes de drogas, ressaltando que isso é uma ruptura com os deveres anteriores que se limitaram a patrulhar, controlar pontos de controle e recuperar caches de armas apreendidas durante ataques policiais.
 
A BBC publicou reportagem dizendo que uma onda de crimes antingiu o Rio desde o início da crise financeira no Brasil. Eles também relatam que algumas pessoas publicaram, nas redes sociais, comentários sobre acordar com o barulho de tiros e helicópteros.

Compartilhe isso

Comentários