João Henrique apresenta voto de pesar pelo falecimento de Zabé da Loca

Política 08/08/2017 às 18:37


 O deputado estadual João Henrique (DEM) apresentou nesta terça-feira (08) um requerimento na Assembleia Legislativa para que a Casa registre Voto de Pesar em memória de Isabel Marques da Silva, de 93 anos, conhecida por Zabé da Loca.

 
O parlamentar também solicitou que a decisão da Casa fosse comunicada a família enlutada, na pessoa da senhora Joseane Caiano.
 
A artista que faleceu no último sábado (05) ficou conhecida nacionalmente por tocar pífano, um tipo de flauta conhecido na região Nordeste. Reconhecida pelos artistas de todo o Estado pela simplicidade, o apelido ‘Loca’ surgiu da própria história de vida de Isabel, após morar durante 25 anos em uma gruta.
 
“Apresentei o requerimento para que fique registrado o Voto de Pesar pelo falecimento da ‘Rainha do Pífano’, representante fiel da cultura popular monteirense e da Paraíba, Zabé da Loca. O que me conforta é saber que, em vida, ela recebeu todas as homenagens possíveis, como foi o caso da construção do Memorial e da criação do Festival Zabé da Loca, ambos na gestão da ex-prefeita de Monteiro, Edna Henrique. Minhas sinceras condolências aos familiares e amigos por tão dolorosa e grande perda. Zabé da Loca partiu, porém, deixou seu nome marcado nesta terra onde viveu e contribuiu para seu engrandecimento”, disse João Henrique.
 
Biografia de Zabé da Loca
 
Pernambucana nascida em Buíque, Isabel Marques da Silva, ganhou o apelido por morar em uma gruta (Loca) na zona rural da cidade com a família por mais de 25 anos.
 
Em 2003, aos 79 anos de idade gravou seu primeiro CD, “Canto do Semiárido”, com composições próprias e uma versão de Asa Branca, de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira.
 
Apresentou-se em 2004, no Fórum Cultural Mundial, ao lado de Hermeto Pascoal. Em 2007, gravou o CD “Bom Todo”, lançado no ano seguinte no Sesc Pompéia, em São Paulo.
 
Ainda em 2008, recebeu a Ordem do Mérito Cultural, do Ministério da Cultura. Também foi eleita “Revelação da Música Brasileira”, no Prêmio da Música Brasileira.
 
Em 2009, a gestão da então prefeitura Edna Henrique criou o Festival de Cultura Popular do Cariri Zabé da Loca.
 
Em 2011, Zabé da Loca foi tema de matéria especial do Globo Rural, que viajou até Monteiro para contar a sua história.
 
Um memorial em resgate a história foi inaugurado durante a gestão da prefeita Edna Henrique, no ano passado, na cidade Monteiro. Várias homenagens foram realizadas na época.

Compartilhe isso

Comentários