Primeira escola de programação do Facebook será inaugurada no Brasil

Brasil 28/08/2017 às 21:08


 Com mais de 100 milhões de usuários brasileiros ativos mensalmente, o Facebook é a rede social mais popular por aqui e, consequentemente, nosso país se tornou um espaço bem importante para a rede social. Assim, a empresa de Mark Zuckerberg lançará no Brasil a sua primeira escola de programação do mundo, a Estação Hack.

De acordo com a companhia, o centro de inovação foi planejado pensando no público brasileiro e tem como principal objetivo fomentar startups de alto impacto social por meio da capacitação de empreendedores e da formação de talentos nas áreas de tecnologia. O espaço vai oferecer treinamento em programação e empreendimento, “fornecendo recursos para os pequenos e médios empresários crescerem usando a economia digital a seu favor.”
 
A escola será localizada em São Paulo, no número 1.374 da Avenida Paulista, e oferecerá mais de 7,4 mil bolsas de estudos por ano nas áreas de programação, planejamento de carreira e gestão de empresas. Serão 2.200 bolsas para cursos de programação, 1.400 exclusivas para alunos da rede pública em oficinas preparatórias para o mercado de trabalho, 1.200 para oficinas para empreendedores, 2.000 para marketing digital para pequenos e médios empreendedores e, por fim, 600 bolsas para o Acampamento de Inovação destinado a adolescentes.
 
Facebook vai inaugurar escola de programação e empreendedorismo no Brasil.
 
O espaço promete ter o “DNA do Facebook” e partir da premissa de que tudo está em construção permanente de forma colaborativa. Serão três salas de aula com 40 lugares em cada uma delas e 10 startups de impacto social aceleradas por semestre. As empresas encubadas dentro da escola do Facebook contarão com 52 estações de trabalho a seu dispor.
 
Programas
Programas como Impulsione Seu negócio e #ElaFazHistória, ambos do próprio Facebook, serão algumas das plataformas oferecidas aos alunos da Estação Hack. Os cursos serão ministrados por parceiros da rede social que já são experts nessas áreas, como MadCode, Reprograma, Junior Achievement e Centro de Empreendedorismo e Negócios da FGV.
 
Sem deixar de lado o aspecto comunitário da coisa, o Facebook realiza ainda parceria com a Artemísia, uma organização sem fins lucrativos especializada em fomento de negócios, a fim de acelerar startups com grande potencial de impacto social.

Compartilhe isso

Comentários