Luciano Cartaxo: Ricardo Coutinho quer mandar no governo até fora do cargo

Paraíba 03/09/2017 às 11:49


Luciano Cartaxo, prefeito pessoense do PSD, passou boa parte da sexta-feira em Campina Grande, onde acertou uma parceria com a UEPB.
Ele também concedeu entrevista a este colunista. Eis alguns trechos de suas declarações à ´Campina FM´.

“O projeto do PSB (Ricardo Coutinho) já está superado, já dá sinais de fadiga e de cansaço desde as eleições de 2012 (municipais). E em 2016 as grandes cidades da Paraíba deram uma vitória maiúscula à oposição. Ninguém faz política sem ouvir o povo.

“No governo atual predomina o improviso na segurança pública. Ricardo prometeu resolver (no 1º mandato) em seis meses, e não se esconder através de secretários. Só tem tomado medidas paliativas.

“A relação com a Câmara (pessoense) é harmoniosa, não tenho dúvidas disso. E trabalho diuturnamente para manter essa unidade.

“A questão central é baixar o custo das campanhas eleitorais.

“(sou a favor) Do fim das coligações proporcionais. Atualmente você vota num candidato e acaba elegendo outro.

“Campina Grande e João Pessoa têm que andar juntas e dar as mãos em favor da Paraíba.

“Estamos (JP e CG) empatados: sem convênios com o governo estadual. Isso é muito ruim para um gestor (RC) que se diz republicano. Isso (inexistência de convênios) quebra literalmente todo o discurso do governo socialista.

“O Estado não consegue compreender a importância do Maior São João do Mundo para a cidade e o Estado, e trata o evento como algo menor, sem nenhuma parceria efetiva”.

Ainda Luciano Cartaxo: “Ele (RC) quer alguém (na cadeira de governador) que ele possa controlar mesmo saindo do governo. Mesmo ele saindo, ele quer ter o controle administrativo, caso contrário não deixa o governo para disputar outro mandato”.

Compartilhe isso

Comentários