Morre 5º suspeito de explodir banco na PB e polícia prende mais dois no RN

Policial 05/09/2017 às 11:13


 Morreu nessa segunda-feira (4) mais um integrante do grupo suspeito de explodir, na madrugada do domingo (3) a agência do Bradesco da cidade de Brejo do Cruz, no Sertão paraibano, a 420 quilômetros de João Pessoa.

 
Ainda nessa segunda-feira, por volta das 21h, a polícia conseguiu prender mais dois homens, um deles suspeito de integrar a quadrilha responsável pela explosão ao banco. O outro é um taxista, que estaria tentando facilitar a fuga do foragido. A informação foi confirmada pelo delegado titular de Patu, no Rio Grande do Norte, Sandro Régis.
 
De acordo com o delegado, como a localidade em que os assaltantes estavam escondidos era de difícil acesso e eles estavam sem veículo, a polícia conseguiu localizar mais um suspeito numa fazenda entre as cidades de Janduí e Campo Grande. No confronto com a polícia, o assaltante acabou baleado. Ele ainda foi levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.
 
Por volta das 21h, a polícia conseguiu prender mais um suspeito da explosão. No momento da prisão, o preso estava usando documento falso. Além dele, também foi preso um taxista, suspeito de facilitar a fuga do assaltante. 
 
Sandro Régis disse que o assaltante era foragido do presídio de Mossoró, onde cumpria pena por latrocínio, que é quando acontece roubo seguido de morte. O delegado também afirmou que durante depoimento, o suspeito revelou a participação de outros envolvidos no crime. 
 
“Vamos continuar trabalhando para conseguir prender os suspeitos que ainda estão foragidos. A polícia está fazendo rondas e rondas na região para localizar o restante do grupo”, disse. 
 
Os presos foram autuados em flagrante e aguardam julgamento.

Compartilhe isso

Comentários