Primavera começa nesta sexta-feira com temperaturas altas e tempo seco

Entretenimento 22/09/2017 às 10:00


 A primavera começa às 17h02 nesta sexta-feira (22) e deve trazer temperaturas mais altas. O tempo seco característico do inverno, no entanto, deve continuar até próximo ao final da estação, quando um pouco mais de chuva traz um pouco mais de umidade.

 
De acordo com estimativa do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cptec/Inpe), a primavera será de calor e com temperaturas acima da média histórica, que normalmente fica em torno de 28°C. Também o período de chuvas mais regulares, que usualmente começa no meio de outubro, pode demorar a chegar neste ano.
 
Segundo o Climatempo, para a primavera de 2017, não há expectativa de massas polares fortes e não devemos ter eventos de frio atípico como no meio da primavera de 2016.
 
A primavera deste ano também deve terminar com o fenômeno da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), que proporciona chuva volumosa para várias regiões do país, informa o Climatempo.
 
Em geral, o aumento do calor e da umidade da estação provocam as costumeiras pancadas de chuva no final da tarde ou da noite nas regiões Centro-Oeste e Sudeste.
 
A estação também traz poucas alterações nos totais mensais de chuva na região Sul. Já nas regiões Norte e Nordeste, costuma haver pouca variação de temperatura.
 
Probabilidade de 55% do La Niña
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informa que há um aumento da probabilidade entre 55% e 60% de ocorrer o fenômeno La Niña no Sul durante a primavera e verão de 2017-18. Diferentemente do El Niño, o fenômeno consiste na diminuição da temperatura das águas do Pacífico.
 
Os meteorologistas confirmam essas previsões em parte devido ao resfriamento recente das anomalias de temperatura superficial e sub-superficial.
 
O La Niña, de forma geral, costuma aumentar a ocorrência de chuvas no norte do Nordeste e no leste da Amazônia. No Sudeste, as temperaturas ficam abaixo da normalidade, informa o Climatempo. No entanto, não há condições técnicas para que o fenômeno ocorra.

Compartilhe isso

Comentários