Falta de água vai provocar novo aumento na tarifa de energia elétrica

Brasil 25/09/2017 às 09:26


 O problema energético brasileiro volta a se complicar agudamente, por conta do baixo nível das águas nas hidrelétricas. No Sudeste, os reservatórios estão com apenas 25% (na média).

 
No Nordeste, o diagnóstico é pior ainda: 9%, com destaque negativo para o lago de Sobradinho (o maior do Sistema Chesf/Rio São Francisco), que deve fechar o mês com apenas 5,9% de acumulação d´água, decorrência de seis anos seguidos de seca na região.
 
O quadro só não é catastrófico por duas razões externas às chuvas: as termelétricas e os parques eólicos (ventos) – esses últimos, no momento, respondem por 23% da demanda nacional e metade do consumo nordestino.
 
Tudo isso vai desaguar… no bolso. No mês que vem, ao que tudo indica, será adotada a ´bandeira vermelha 2´, que vem a ser a cobrança de um adicional de R$ 3,50 a cada 100 quilowatts de energia consumidos pelo setor residencial.

Compartilhe isso

Comentários