OAB-PB realizará audiência para discutir desinstalação de comarcas na Paraíba

Paraíba 02/10/2017 às 15:44


 A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), realizará, nesta quarta-feira (04), audiência pública para discutir a tentativa do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) de desinstalar e rebaixar comarcas no estado. O evento acontecerá no auditório da OAB-PB, localizado no andar térreo do prédio da Instituição, a partir das 09h00. Todas as autoridades envolvidas no processo, a exemplo de prefeitos, deputados e representantes do TJPB serão convidados para o debate.

 
Todos os presidentes das Subseções da OAB no interior, conselheiros e membros de comissões da Ordem, além dos prefeitos de várias cidades que serão atingidas pela medida do TJPB, já confirmaram presença na audiência.
 
Segundo dados da Associação dos Analistas e Técnicos do Poder Judiciário da Paraíba (Astaj), o TJPB pretende fechar 15 comarcas, passando das 79 atuais para 64, o que prejudicará mais de 230 mil paraibanos.
 
O presidente da OAB-PB, Paulo Maia, destaca que há cerca de 15 dias participou de sessão especial da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) para discutir o fechamento das comarcas. Na oportunidade, Paulo Maia parabenizou a iniciativa da ALPB. “A Assembleia dá um exemplo irrefutável de que a classe política se une no momento em que a população mais precisa, defendendo os que mais precisam. A OAB, assim como a Assembleia, defenderá essas comarcas, pela relevância junto à sociedade, uma luta que é de todos nós. A OAB-PB jamais se curvará a esta pretensão do TJPB”, afirmou.
 
Paulo Maia acrescentou que a tentativa de fechar comarcas reduz o acesso À Justiça e atinge as camadas mais indigentes da população. “O Estado da Paraíba é um dos mais pobres da Federação. Segundo dados estatísticos, metade da população vive abaixo da linha da miséria, situação que não permite o mínimo de dignidade para o ser humano. Muito mais que o acesso a Justiça, a presença do poder Judiciário nas comarcas dá o empoderamento da população destas cidades, o fortalecimento no combate a todas as mazelas que atingem a população”, declarou.
 
Paulo Maia lembrou que a OAB-PB, através do seu Colégio de Presidentes de Subseções emitiu nota, no início deste mês, manifestando contrariedade a iniciativa do TJPB pelo enorme custo social e retrocesso que esta desinstalação pode causar.
 
Conselho Federal
 
Paulo Maia ressaltou ainda que o presidente da OAB Nacional, Cláudio Lamachia, anunciou apoio da Instituição à luta da OAB-PB contra o fechamento de Comarcas. A garantia de Lamachia foi dada ao presidente Paulo Maia durante o Colégio de Presidentes de Seccionais da OAB realizado em Campo Grande, Capital do Mato Grosso do Sul, no último dia 15.

Compartilhe isso

Comentários