Voo do primeiro avião fabricado na Paraíba, Volato 400, será nesta terça

Paraíba 09/10/2017 às 21:39


 Será realizado nesta terça-feira, 10 de outubro, véspera do aniversário de 153 anos de emancipação política de Campina Grande, o voo inaugural do Volato 400, primeiro avião fabricado na Paraíba. A empresa Stratus Aeronaves fará o lançamento às 10h, no Aeroclube do distrito de São José da Mata, ocasião histórica que será prestigiada por políticos e empresários. Na ocasião, o prefeito Romero Rodrigues será homenageado pela direção da empresa por conta do apoio decisivo do município ao empreendimento.

 
A Stratus foi criada com o objetivo de produzir aeronaves de pequeno porte (com dois e quatro lugares) para atender ao mercado brasileiro com produtos seguros e de alto desempenho. O empreendimento, cujo hangar foi inaugurado em 30 de junho de 2016, tornou-se possível graças ao apoio da Prefeitura de Campina Grande. Segundo o empresário Juan Pinheiro, a Prefeitura de Campina Grande, por orientação de Romero Rodrigues, sempre esteve aberta ao diálogo e garantiu total apoio ao processo de implantação da indústria aeronáutica na cidade.
 
“Devo lembrar, por exemplo, que o prefeito procedeu a desapropriação de área anexa ao Aeroclube de São José da Mata, viabilizando a instalação da nossa empresa, pois havia necessidade de amplo terreno destinado ao funcionamento de uma pista de pouso. Além disso, ao longo do tempo, a equipe técnica do governo municipal sempre acompanhou este processo de conquista para o povo campinense”, afirmou Juan Pinheiro.
 
Aeronave - O Volato 400 é o primeiro modelo a ser produzido pela Stratus, atendendo a quem busca um modelo de aeronave confortável, rápida, com boa capacidade de carga e de excelente custo/benefício, capaz de atingir grandes distâncias com segurança. A aeronave Volato 400, de origem americana, tem capacidade para quatro pessoas. Ela deve ser vendida pelo valor de R$ 750 mil. O avião, segundo o site da empresa, deve atingir 15 mil pés de altura a uma velocidade média de 350 km/h.
 
Empregos e crescimento - Segundo o empresário, a nova fábrica oferece 18 empregos diretos e mais 10 indiretos, além de oportunidades geradas a partir de ações desenvolvidas em parceria com empresas terceirizadas. A tendência é ampliar cada vez mais este quadro, levando-se em conta de que a empresa pretende lançar no mercado um novo tipo de aeronave, além da Volato 400. O futuro modelo contará com tecnologia totalmente paraibana, contando, para tanto, com o trabalho de pesquisadores de instituições como UFCG, Senai e muitas outras.
 
A Stratus, que teve um investimento inicial de R$ 5 milhões, é parceira da Empresa Volato Aeronaves, indústria brasileira com sede em Bauru, com mais de 15 anos no mercado. A companhia conta com o apoio do CTA - Centro de Tecnologia Aeronáutica, do SENAI da Paraíba, onde são capacitados os seus colaboradores e também desenvolvidos novos itens e componentes para a produção, utilizando equipamentos de última geração, a exemplo dos melhores fabricantes do mundo.
 
O presidente da empresa, Juan Pinheiro, disse que o empreendimento deve tornar a Paraíba uma referência no segmento de aviação. A consolidação da fábrica vai atrair novos investimentos voltados para o setor de aviação, em Campina Grande, num processo que deverá culminar com a construção de um parque aeronáutico aqui na cidade.

Compartilhe isso

Comentários