Prefeito reduz o próprio salário, de auxiliares e faz cortes por conta da crise

Regional 09/10/2017 às 22:00


 A crise financeira que atingiu às prefeituras obrigou o prefeito de São José dos Cordeiros, Jefferson Roberto, a baixar um decreto fazendo uma série de limitações, corte de gratificações e exonerações objetivando finalizar o ano com as contas públicas em dia. O gestor cortou na própria carne e reduziu seu salário, da vice-prefeita e dos secretários.

 
Segundo o decreto, os salários do prefeito, vice e auxiliares será reduzido em 15% pelos próximos três meses ou por mais tempo se for necessário. As gratificações e horas extras dos funcionários serão reduzidas em 50% nos próximos meses, seja para cargos efetivos ou comissionados. O prefeito também determinou a redução do quadro de contratados do município pelos próximos meses em várias secretarias.
 
Ainda de acordo com o decreto, a frota municipal deverá ser utilizada apenas para necessidades básicas e irremediáveis como limpeza urbana, na saúde e educação. As secretarias devem economizar em material de expediente e energia nas repartições públicas e redução de todos os serviços e ações que não sejam de essencial necessidade do público. Os investimentos públicos também estão suspensos, exceto aqueles necessários ao comprimento do percentual mínimo em saúde e educação.
 
O prefeito Jefferson Roberto disse que o município foi impactado por uma forte queda de receitas e tais medidas foram inevitáveis para que a Prefeitura continuasse com o ritmo de organização e equilíbrio estabelecido nos últimos anos. “Não é com satisfação que baixei esse decreto, mas fui eleito pela maioria da população do município para administrar conquistas e dificuldades. O momento é de dificuldade e especo a compreensão de todos para que atravessemos essa turbulência”, pontuou.

Compartilhe isso

Comentários