Polícia Ambiental prende suspeitos de crimes e apreende aves e armas

Policial 12/10/2017 às 22:55


 Uma operação realizada pelo Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb) da Polícia Militar prendeu na manhã desta quinta-feira (12) sete pessoas suspeitas de prática caça predatória e criação ilegal de animais silvestres na cidade de Cruz do Espírito Santo, na Região Metropolitana de João Pessoa.

Conforme informações repassadas pela PBAmb, com os presos foram apreendidas seis armas de fogo e pássaros de espécies variadas. O tenente Vinícius, da PBAmb, explicou que a operação foi articulada após o Batalhão Ambiental receber uma denúncia dando conta das ações irregulares na zona rural.
 
“Chegando às residências, foram encontrados vários pássaros em cativeiros. Fizemos buscas nas casas e encontramos seis armas de fogo”, explicou. As armas apreendidas foram cinco espingardas e um revólver calibre 38. De acordo com a polícia, esse armamento era usado na caça ilegal em uma área de reserva legal na cidade.
 
As armas apreendidas foram duas espingardas calibre 32, uma espingarda calibre 12, uma espingarda calibre 28 e outra artesanal, além de um revólver calibre 38 e munições de vários calibres.
 
Além das armas também foram apreendidas 26 aves silvestres que estavam sendo irregularmente criadas em cativeiro, tendo sido lavrados os respectivos autos de infração ambiental que totalizaram mais de R$ 13 mil em multas.
 
Os sete suspeitos foram autuados por posse ilegal de arma de fogo por manter aves silvestres em cativeiro. Os detidos e as armas apreendidas foram levados para 6ª Delegacia na cidade de Santa Rita. Os animais recolhidos no local devem passar por exames no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) em Cabedelo e depois reintegrados à natureza.

Compartilhe isso

Comentários