Museu de Arte Popular da Paraíba sedia lançamento de livretos de cordel

Entretenimento 25/10/2017 às 21:03


 Na próxima sexta-feira (27) e sábado (28), o Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande, terá uma programação diferenciada. Estão previstos lançamentos de livretos de cordel, declamações, recitais, contação de causos e aboios, em uma amostragem do cenário e da vida do homem sertanejo. 

Ambas as iniciativas têm entrada franca e são coordenadas pelo poeta Chico D'Assis, pela professora Joseilda Diniz e por Alfrânio de Brito, da Curadoria de Cordel do MAPP. Na sexta, às 19h, ocorrerão os lançamentos dos cordéis "Boletim de Ocorrência’’,‘‘Diploma de Deputado’’ e ‘‘Muito prazer Sou Cordel’’, de autoria de Chico D’Assis. São convidados da noite os poetas Lucarocas, Chico Neto, Jadson Lima, Edcarlos Medeiros, Daniel Francisco e Hadock Ezequiel. 
 
No sábado (28), a partir das 14h30, será apresentado o espetáculo “Fala Sertão: da Linguagem do Cordel à Cultura do Vaqueiro”, com os poetas Lucarocas e Chico Neto. Num diálogo entre um verso, uma prosa ou uma toada, a dupla mostrará a cultura do sertão e a vivência do vaqueiro, suas linguagens, costumes e culturas. Com duração de cerca de 60 minutos, os artistas se revezarão com as suas apresentações intervaladas pelo badalar de um chocalho, que faz a marcação do espetáculo.
 
Inseridas na proposta do evento figuram, ainda, as palestras em forma de recital "Introdução à Feitura do Cordel" e "A Cultura do Vaqueiro nas Raízes Nordestinas". Outras informações podem ser adquiridas por meio do telefone (83) 3310-9738. 
 
Sobre os artistas participantes
 
Filho de Francisco Paulo da Silva e Rita Neves, Francisco de Assis Silva nasceu em 17 de outubro de 1956, na cidade de Ouro Velho (PB). A poesia e a criatividade estiveram presentes na vida do poeta desde muito cedo, tendo em vista que seus pais escreviam versos e estrofes acerca da vida deles e da cidade onde moravam. Mudou-se para Campina em 1976. Em sua trajetória, Chico construiu o Centro de Recreação e Atividade Infantil (CRAI). A instituição trabalha com o ensino e a prática dos cordéis para as crianças e foi fundada em 1999. 
 
Luis Carlos Rolim de Castro (Lucarocas) é professor e poeta. Nasceu em Fortaleza (CE), em 30 de maio de 1957. Na área de cordel tem mais de 300 títulos publicados. Entre eles figuram "O Povo sem Patativa", "O Santo Jesus Agreste", "O Mistério do Ovo Quadrado" e "Desocupado Professor ou Deputado". Além de estar presente nos cordéis, a poesia do autor se delineia nas salas de aula, onde ministra as disciplinas de Língua Portuguesa e Literatura. Também escreveu crônicas, contos, teatro e dispõe de trabalhos na pintura, escultura, serigrafia e xilogravura. 
 
Francisco Neto da Silva, conhecido como Chico Neto Vaqueiro, é poeta, escritor, cantador e aboiador. Nasceu na Fazenda Jarra, no município de Pentecoste (CE). Seus versos e toadas relembram a dura realidade em que viveu desde a infância, dado que experienciou o árduo trabalho da profissão ainda menino, com o pai, que lhe ensinou a tanger as boiadas. Com o êxodo rural resolveu morar na capital, onde se tornou motorista. Mais tarde descobriria sua verdadeira inclinação, com o lançamento do primeiro CD, recheado de poesia matuta e com um cancioneiro dedicado a elevar as belezas do Sertão, missão esta que segue levando como ofício de existência. 
 

Compartilhe isso

Comentários