PF deflagra operação para apurar irregularidades de R$ 9 mi em recursos do SUS

Policial 07/11/2017 às 08:54


 Uma operação conjunta comandada pela Polícia Federal foi deflagrada na manhã desta terça-feira (7) com o objetivo de apurar irregularidades na contratação e execução de serviços de implantes dentários, do programa Brasil Sorridente, custeado com recursos do Sistema Único de Saúde (SUS). A operação Titânio acontece na região de Sumé, na região da Borborema da Paraíba, e cumpre 14 mandados judiciais.

 
O montante envolvido na investigação, referente ao período de março/2015 a julho/2017, atingiu valor superior a R$ 9 milhões, os quais correspondem à realização de 21.718 implantes e 13.497 próteses sobre implantes.
 
De acordo com a Polícia Federal, estão sendo cumpridos 14 mandados na operação Titânio, sendo oito mandados de busca e apreensão e seis mandados de condução coercitiva. Todas as ordens judiciais foram expedidas pela 11ª Vara Federal da SubseçãoJudiciária de Monteiro/PB.
 
Além da PF, participam da operação o Ministério Público Federal (MPF) e a Controladoria-Geral da União (CGU). Estão trabalhando diretamente da operação 35 policiais federais e seis Auditores da CGU. O inquérito ainda está sob segredo de justiça.

Compartilhe isso

Comentários