97% das rodovias estaduais da paraibanas são ruins ou péssimas, aponta CNT

Paraíba 08/11/2017 às 08:04


 Um estudo divulgado pela Confederação Nacional dos Transportes nesta terça-feira (07) aponta que 97,6% das rodovias estaduais paraibanas estão ruins ou péssimas. Uma extensão que abrange apenas 10 quilômetros foi considerada boa, enquanto 254 quilômetros foram avaliados como ruins e outros 147 quilômetros como péssimos.

 
A maioria das rodovias federais, no entanto, apresenta uma boa qualidade.
 
O estudo aponta que nos 1.300 km de rodovias federais analisados na Paraíba, 20% está ótimo, 54,4% bom, 25,2% regular e 0,2% ruim.
 
A pesquisa também traz um levantamento detalhado de como é a situação de cada rodovia. No que se diz respeito à pavimentação, é constatado que 74% das rodovias federais tem condições ótima. Em relação às estradas estaduais, o estudo apresenta que 70% é regular.
 
Conforme a CNT, 59% das rodovias federais são bem sinalizadas. Já as rodovias estaduais 54% têm péssima sinalização.
 
Por fim, a CNT detalha a questão da Geometria da Via. Neste quesito 56% das rodovias federais são regular e 79% das estaduais são péssimos.
 
Pesquisa
 
A 21ª edição da Pesquisa CNT de Rodovias avaliou 105.814 km de rodovias, um acréscimo de 2.555 km (+2,5%) em relação a 2016. Foi percorrida toda a extensão pavimentada das rodovias federais e das principais rodovias estaduais do país.
 
Neste ano, a pesquisa constatou uma queda na qualidade do estado geral das rodovias pesquisadas. A classificação regular, ruim ou péssima atingiu 61,8%, enquanto em 2016 esse índice era de 58,2%. Em 2017, 38,2% das rodovias foram consideradas em bom ou ótimo estado, enquanto um ano atrás esse percentual era de 41,8%.

Compartilhe isso

Comentários