"PSDB desses caras não é o meu", critica Jereissati depois de destituído

Brasil 09/11/2017 às 23:25


 O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) conversou com jornalistas nesta quinta-feira (9), minutos depois de ter sido destituído por senador Aécio Neves (PSDB-MG) da presidência interina do partido, e fez críticas fortes ao senador mineiro.

"Ele [Aécio] não está pensando no coletivo do partido há muito tempo. Desde que ele está agarrado nesta presidência. Se ele estivesse pensando no coletivo, isso não estaria acontecendo hoje", afirmou Tasso, em relação à crise pela qual passa o PSDB.
 
Ao afirmar que tem "diferenças profundas" com Aécio, Jereissati disse que o seu PSDB é o mesmo de Fernando Henrique, Mário Covas e Franco Montoro, mas não é o mesmo PSDB do senador mineiro. "O PSDB desses caras não é o meu. E não é o do Fernando Henrique, do Mário Covas, do Franco Montoro", disse.
 
Tasso disse, também, que se surpreendeu com a decisão de Aécio, afastado desde maio da presidência do partido por conta das denúncias, gravações em que pede R$ 2 milhões a executivos da JBS e das delações dos empresários. O tucano destituído contou, ainda, que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o governador Geraldo Alckmin não foram avisados da decisão.

Compartilhe isso

Comentários