Na delegacia, padrasto de bebê de 11 meses agredido acusa mãe da criança

Policial 16/11/2017 às 20:21


 O padrasto da bebê de 11 meses que deu entrada no Hospital de Trauma de Campina Grande com traumatismo craniano e ferimentos no rosto prestou depoimento à Polícia Civil no município de Areia, no Brejo paraibano. De acordo com o relato do homem de 33 anos, a mãe da criança, uma adolescente de 16 anos, seria a principal resposável pelas agressões.

Segundo a delegada Symone Lacet, o padrasto do bebê informou que quando começou o relacionamento com a adolescente, a criança já tinha marcas de agressão. Ele acrescentou ainda que a mãe inventou um acidente para negar a agressão. A mãe disse que a bebê teria caído no banheiro, mas, em depoimento, ele acredita que ela agrediu.
 
Além do rapaz, outras duas pessoas foram ouvidas. A delegada acredita que parentes da adolescente também vão ser ouvidos com o objetivo de investigar o histórico de agressões relatado pelo padrasto. O Conselho Tutelar da cidade de Areia já comunicou o caso ao MPPB. A criança continua internada e está sendo acompanhada pela mãe.
 

Compartilhe isso

Comentários