Polícia Federal deflagra na Paraíba operações contra pedofilia e jogos clandestinos

Policial 18/11/2017 às 09:12


 A Polícia Federal deflagrou, nesta sexta-feira (17), duas operações na Paraíba. Na capital do Estado, foi deflagrada a Operação Égide contra a pedofilia, enquanto, na Rainha da Borborema, os policiais saíram as ruas para combater o envio de recursos oriundos de jogos de aposta clandestina para o exterior.

 
Os mandados foram expedidos pela 16ª Vara Federal de João Pessoa. Em João Pessoa, a PF cumpriu mandados de busca e apreensão nos bairros do Bessa, Valentina e Jardim Oceania, a fim de coletar provas em relação ao crime de pedofilia na internet.
 
O nome da operação, Égide, é uma alusão ao escudo que pertencia à deusa grega Palas Atena, que servia de proteção.
 
Jogo de aposta
Em Campina Grande, a Polícia Federal desencadeou a Operação Jackpot, destinada a investigar possível remessa de recursos oriundos de jogos de aposta clandestinos para o exterior. A investigação também apurou a possível formação de instituição financeira clandestina por parte dos investigados. Os crimes investigados, previstos na Lei de Crimes contra o Sistema Financeiro Nacional, com penas que, somadas, alcançam 10 anos de reclusão.
 
Foram cumpridos dois mandados judiciais de busca e apreensão, expedidos pela 16ª Vara da Justiça Federal, onde foram apreendidos 30 mil em espécie e inúmeros cheques, além de celulares e documentos, além de uma prisão em flagrante por porte ilegal de arma.
 
O nome da Operação Jackpot, significa um prêmio acumulado para o apostador, geralmente em máquinas e jogos de cassino e jogos de carta.

Compartilhe isso

Comentários