Câmara de JP cria prêmio para estimular produção de cinema com premiação

Cultura 23/11/2017 às 17:00


 Aprovado por unanimidade, o Troféu Sétima Arte irá acontecer dentro do Fest-Aruanda do Audiovisual Brasileiro

 
A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) aprovou por unanimidade, na manhã desta quinta-feira (23), mais um estímulo à produção audiovisual realizada na capital paraibana: o Troféu Sétima Arte. A premiação será concedida anualmente, dentro do Fest-Aruanda do Audiovisual Brasileiro. “Ficamos felizes e honrados em poder oferecer esse prêmio às melhores produções feitas na nossa cidade de João Pessoa. Sabemos que a Capital tem uma tradição em cinema e vídeo, e queremos que os realizadores locais se sintam ainda mais estimulados a criar uma produção cada vez melhor”, ressaltou o presidente Marcos Vinícius (PSDB).
 
Criado através da resolução 22/2017, de autoria da Mesa Diretora da CMJP, o Troféu Sétima Arte irá premiar, com troféu e dinheiro, os melhores curta, média e longa-metragens produzidos em João Pessoa e inscritos no Fest-Aruanda. O valor do prêmio ainda será definido e se dará através de Decreto Legislativo.
 
As produções serão submetidas a dois juris, um oficial e outro, popular. O juri oficial será composto por três membros, escolhidos entre cineastas, críticos de cinema, jornalistas, professores, pesquisadores e artistas, indicados pela Diretoria de Comunicação Social da Câmara. Já o juri popular será constituído, voluntariamente, pelo público que for às sessões em que os filmes serão exibidos.
 
O Troféu Sétima Arte será apresentado na edição do Fest-Aruanda deste ano, que acontece entre os dias 30 de novembro e 6 de dezembro, e começará a valer a partir da edição 2018. “A Câmara faz história e dá exemplo, no sentido desse reconhecimento, dessa agenda parlamentar que contempla a cultura, que contempla as artes, e que neste caso específico, está contemplando o cinema, que reúne todas as artes”, comemorou o idealizador do festival, professor Lúcio Vilar, antes de acrescentar: “A gente se sente muito feliz e partícipe desse processo, na medida em que o presidente Marcos Vinícius acatou, de imediato, nossa proposta e a tirou do plano das intenções para transformá-la em gesto”.

Compartilhe isso

Comentários