Áudios revelam como funcionavam fraudes em leilões no Detran da Paraíba

Paraíba 29/11/2017 às 10:40


“Por baixo eu dei R$ 18 mil (ao leiloeiro). Mas também o lote ficou para mim por R$ 15 mil (valor do lote pago à empresa), gastei R$ 10 mil para trazer e ficou por R$ 25 mil. Apurei R$ 400 mil (lucro do suspeito)”. Era dessa maneira que suspeitos estavam lucrando em um esquema de fraudes em leilões de veículos cometidos dentro do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB).

A operação que desmantelou a organização criminosa foi executada nesta terça-feira (28), onde três servidores do Detran-PB foram afastados dos seus respectivos cargos. Em uma parte da gravação é possível ouvir nomes de um servidor do órgão, identificado como Crisanto, de um leiloeiro, identificado como Cléber Melo, e de uma empresa chamada Gerdau.

“No dia lá só tinha eu e um cara da Gerdau. O diretor do Detran tinha comido o dinheiro só para Gerdau participar”.

Em outro trecho é possível ouvir como o esquema beneficiava um suposto diretor do órgão e o leiloeiro.

“O cara compra 720 motos com Cleber Melo, dá R$ 10 mil, ganha R$ 400 mil. Ainda vendeu peças a Crisanto e a equipe dele. Lá tinha um diretor tirando as rodas das motos. Era um rouba, rouba”.

 

Compartilhe isso

Comentários