Festival Internacional de Música reúne artistas de 11 países em concertos

Cultura 30/11/2017 às 17:17


 Mais três concertos, três masterclasses e um recital movimentam a programação do 5º Festival Internacional de Música Clássica de João Pessoa nesta quinta-feira (30). Músicos de onze países diferentes estão se apresentando, sendo Brasil, Holanda, Argentina, Rússia, Bulgária, República Tcheca, Islândia, Geórgia, Israel, Polônia e Ucrânia. O evento é realizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da sua Fundação Cultural (Funjope), em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Ministério da Cultura.

 A programação começou às 10h, no Hotel Globo, com aulas de violino ministradas pelos músicos Alberto Johnson (Brasil) e Ana de Oliveira (Brasil). Já a masterclass de flauta doce ficará por conta da musicista Lucie Horsch (Holanda) no Centro Cultural Casa da Pólvora.
 
Alberto Johnson nasceu em Salvador (BA) e foi criado em João Pessoa (PB). Em 1986, foi convidado para estudar com Alberto Lysy na Academia Internacional Yehudi Menuhin em Gstaad, na Suíça e, em seguida, migrou para Berlim, na Alemanha, estudando com Mi-Kiung Lee. Desde 1997 faz parte do grupo dos primeiros violinos da Orquestra Filarmônica da Rádio Holandesa, com quem se apresentou em vários países da Europa e Ásia.
 
A violinista brasileira Ana de Oliveira graduou-se na classe de Rainer Kussmaul na Escola Superior de Música em Freiburg (Alemanha), onde viveu por nove anos. Foi também aluna de Lola Benda e Uwe Kleber no Brasil e Federico Agostini na Alemanha. É violinista do Trio Puelli desde 2009, grupo de câmara dedicado à pesquisa e registro de obras dos séculos XX e XXI com o qual lançou dois elogiados CDs “Primma” e “3 Américas”.
 
Lucie Horsch, em 2016, foi premiada com no Jovens Talentos no Concertgebouw Young Talent, na presença de Sir John Eliot Gardiner. Lucie  foi convidada para participar do Festival de Música de Câmara Norsjø  (Noruega), Música Antiga em Innsbruck (Áustria), no Festival de Próxima Geração em Bad Ragaz (Suíça), no Grachtenfestival de Amsterdam (Holanda), no Festival Internacional de Música de Câmara de Utrecht (Holanda) e no Festival da Flandres em Ghent (Belgica). Fez o seu debut nos EUA em 2017 com a Los Angeles Chamber Orchestra.
 
Concertos – A partir das 14h30, no Mosteiro de São Bento, foi a vez da apresentação da Orquestra da Ação Social pela Música (ASM – Núcleo João Pessoa – Unidade I (Alto do Mateus), regida por Hector Rossi (Argentina/Brasil). Às 16h, na primeira Igreja Batista, os intérpretes Daniel Espinoza (Brasil), Gabriela Dela Bianca (Brasil) e Ticiano Biancolino se apresentam na viola, flauta e piano, respectivamente.
 
Às 18h, na Igreja do Carmo, a russa Masha Iakovleva (violino), o búlgaro Dimiter Tchernookov (violino), o tcheco Vilém Kijonka (viola), o islandês Ásdís Valdimarsdóttir (viola), o polonês Tomasz Daroch (violoncelo) e o georgiano Ketevan Roinishvili (violoncelo) serão os destaques do concerto.
 
Para encerrar a noite, às 20h, a programação contempla um recital para violino e piano, na Igreja de São Francisco, com Asi Matathias (Israel) no violino e Victor Stanislavsky (Ucrânia) no piano.
 
Informações – Todas as informações relativas ao Festival Internacional de Música Clássica como data, horário e local das apresentações, além da biografia dos artistas e programas que serão executados estão disponíveis no site www.musicaclassica.joaopessoa.pb.gov.br.

Compartilhe isso

Comentários