Polícia apreende em casas de donos de bingo planilhas e computadores

Policial 01/12/2017 às 09:27


 A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Defraudações e Falsificações, desencadeou na manhã desta sexta-feira (1º) a Operação Lotos que tem como alvo jogos irregulares em João Pessoa.

 
Durante a ação, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, inclusive em um condomínio de luxo na Capital e em Bayeux.
 
De acordo com delegado, Lucas Sá, foram apreendidos nessa segunda fase da operação computadores e documentos no sentido de levantar provas contra os líderes dos estabelecimentos de bingos para pedir as prisões deles que são suspeitos de crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa, contra a organização pública, corrupção ativa e contravenção penal.
 
“O objeto é apreender equipamentos eletrônicos, computadores, celulares e planilhas de movimentação bancárias destes estabelecimentos”, explicou.
 
Lucas Sá informou que o material eletrônico apreendido vai ser encaminhado para perícia no Instituto de Polícia Científica (IPC). Já os documentos irão para a Justiça.
 
O delegado acredita que, com a análise do conteúdo apreendido, a Justiça concorde com a prisão dos envolvidos.
 
Prejuízo a sociedade
 
Para Lucas Sá, os crimes cometidos levam a vários prejuízos para a ordem pública e a sociedade paraibana.
 
“Além de fomentar a corrupção porque todo valor é remetido para pagar policiais e outros agentes públicos levam prejuízos econômicos aos seus frequentadores. Muitos deles, aposentados que são enganados que na semana vai sair um grande sorteio de valores e tem pessoas que vendem carro e até casa. Lapidaram seus patrimônios para pagaram dívidas com jogos de azar”, afirmou.
 
No início da manhã, a delegada Vanderleia Gadi informou que esta é a segunda fase da ação. A primeira aconteceu em setembro com diversos alvos e 54 pessoas detidas.

Compartilhe isso

Comentários