Três exposições estão em cartaz na Estação Cabo Branco neste final de semana

Cultura 21/12/2017 às 16:36


 “Hóspede da Natureza”, “Instale-se” e “O canto celestial do oceano infinito” são as exposições que se encontram em cartaz na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano, neste final de semana. A entrada é aberta ao público de todas as idades. Lembrando apenas que no sábado (23) a casa abre às 10h e fecha às 19h. No domingo (24), a casa fica aberta até às 14h. Na segunda-feira (26) é fechada para limpeza e manutenção do equipamento.

A exposição coletiva “Instale-se” está na Galeria da Estação das Artes, prédio que fica ao lado do complexo. A exposição é resultado de uma residência artística, uma criação coletiva dos artistas locais que reúnem instalações, pinturas, esculturas, fotografias e outros estilos sobre arte contemporânea. No local o visitante pode encontrar esculturas, pinturas e instalações de Jonas Lourenço, Silvio Feitosa, Célia Gondim, Alberto Pessoa, Ana Lúcia Pinto, Nadja Lacerda, Gunga Rodrigues e outros.
 
Outra exposição é a “Hóspede da Natureza”, que homenageia a cantora e compositora paraibana Cátia de França, que se encontra aberta para visitação pública no corredor do prédio administrativo da Estação Cabo Branco. Nela o visitante vai encontrar uma parte do acervo da cantora, em especial, a parte musical com recortes de jornais, cartazes anunciativos de shows que ela fez ao longo de sua carreira.
 
A exposição é uma prévia para uma segunda e maior exposição que a artista fará no próximo ano. Catarina Maria de França Carneiro, mais conhecida por Cátia de França, é natural de João Pessoa. Cantora, compositora, instrumentista e escritora. Aprendeu a tocar piano ainda jovem, depois violão, sanfona, flauta e percussão. Foi professora de música, na década de 1970, e neste mesmo período começou a compor com seu primeiro parceiro, o poeta Diógenes Brayner, participando de diversos festivais. Morou no Rio de Janeiro, onde tocou com Zé Ramalho, Amelhinha, Sivuca e Xangai. Em 1979, lançou 20 palavras ao redor sol, pela CBS, em que recita poemas de João Cabral de Melo Neto. No ano seguinte lançou Estilhaços, com músicas de Abel Silva e citações do poema de Guimarães Rosa.
 
Outra exposição é “O Canto Celestial do Oceano Infinito” da ilustradora, arquiteta e designer gráfico Juliana Fiorese que se encontra no hall do prédio administrativo da Estação Cabo Branco. No local estão 15 telas em grande formato e sete desenhos, em tamanhos menores, que a artista desenhou em tinta nanquim, escaneou para a tela do computador, trabalhou as cores e imprimiu em tecido “canvas”, dando a sensação de quem as vê que são telas pintadas usando óleo sobre tela.
 
O Canto Celestial é uma série inédita da artista. “São pinturas que resgatam a união de dois cantos do oceano, a sinfonia dos mares e do universo e o paraíso perdido de Atlântica. Tudo isso vem como fio condutor para este passeio submerso por um mundo mágico que eu criei a partir do meu respeito e fascinação pela grandiosidade da natureza marítima e da vida, seja no planeta terra ou fora dele”, explicou a artista.
 
Juliana Fiorese é de João Pessoa (PB), começou a desenhar e pintar ainda criança quando foi incentivada pela mãe. Hoje ela é ilustradora, graduada em Arquitetura e Urbanismo (Unipê), Design Gráfico (Estácio), com pós-graduação em Comunicação e Marketing para as Mídias Digitais. Participou como ilustradora no livro “Mônica (s)”, publicado pela Maurício de Sousa Produções, no projeto internacional “The Alice’s adventures in wonderland Project”, projeto internacional onde 150 ilustradores participaram com uma ilustração para o livro. China. Ilustadora de “A princesa e os sapos”, escrito por Celina Portocarrero. Editora Memória Visual, Rio de Janeiro, ilustradora do livro “As aventuras de Azur e Asmar”, escrito por Janete Lins Rodriguez, Josilane Maria Aires, Maria Carmelita Lacerda. Editora Grafset, João Pessoa.
 
SERVIÇO:
 
EXPOSIÇÕES:
 
O canto celestial do oceano infinito
Hospede da natureza
Instale-se
Local: Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes – Altiplano
 
Fones: 3214.8270 – 3214.8303
 
www.joaopessoa.pb.gov.br/estacaocb

Compartilhe isso

Comentários