Um dos maiores traficantes de cocaína do Brasil é extraditado do Paraguai

Brasil 28/12/2017 às 21:28


 Jarvis Pavão, apontado pela polícia com um dos maiores fornecedores de cocaína do Brasil e que cumpria pena no Paraguai, foi extraditado na manhã desta quinta-feira (28). De acordo com a defesa, o traficante vai ser levado para Santa Catarina.

 
Pavão foi levado, por volta das 6h (de MS), para o aeroporto da cidade de Luque, que fica a 15 quilômetros de Assunção, onde estava preso. Sob forte escolta, ele passou por exames médicos e foi entregue à Polícia Federal brasileira.
 
O traficante nasceu em Ponta Porã (MS), na fronteira do Brasil com o Paraguai. Ele estava preso no país vizinho, onde foi condenado, em 2009, a oito anos de prisão. Essa pena acabou e, por isso, a extradição para o Brasil, onde ele tem que cumprir 17 anos de prisão por tráfico internacional de drogas.
 
Jarvis Pavão também é investigado pelo assassinato de outro traficante brasileiro, Jorge Rafaat, em junho de 2016, em Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Brasil. Rafaat sofreu uma emboscada e foi morto com tiros de uma metralhadora de guerra. A morte teria sido parte da disputa pelo controle tanto da venda como da produção de drogas na região.

Compartilhe isso

Comentários