Polícia dá detalhes da Operação Arataguis, que prendeu 19 pessoas de um grupo

Paraíba 03/01/2018 às 21:11


 Um trabalho integrado da Polícia Civil através do Núcleo de Homicídios da 6ª Delegacia Seccional de Alhandra com a 1ª Companhia de Polícia Militar foi apresentado à imprensa nesta quarta-feira (3) às 10h no auditório da Central de Polícia no Geisel, em João Pessoa.

 
A ação que recebeu o nome de ‘Operação Arataguis’ teve como objetivo desarticular um grupo criminoso suspeito de comandar o tráfico de drogas e a prática de homicídios no Litoral Sul da Paraíba. Por quase três meses de investigação foram presas 19 pessoas em flagrante e 4 adolescentes apreendidos, além do recolhimento de nove armas de fogo, 54 munições, 402g de cocaína e aproximadamente 6 quilos de maconha.
 
De acordo com a delegada Flávia Assad, entre os suspeitos está Marcos Honório Junior, de 31 anos, conhecido como ‘Pará’. Ele é apontado como autor de vários homicídios motivados pelo controle do tráfico de drogas na região e para a demonstração de poder e força para a comunidade e para os integrantes do grupo criminoso. Marcos Honório Júnior e a mulher Ecilana Kellyvan Melo de Oliveira, de 33 anos, foram presos no município de São Gonçalo do Amarante no Rio Grande do Norte. Nesta ação a Polícia Civil da Paraíba contou com o apoio de policiais civis do Rio Grande do Norte.
 
Ainda segundo os levantamentos policiais, Marcos Honório Junior dividia o controle do grupo criminoso com o pai, Marcos Honório, que foi preso no bairro Jardim Veneza, na comunidade Beira Molhada em João Pessoa. “As investigações ficaram mais robustas após a incidência de vários crimes, principalmente homicídios na região de Alhandra e Caaporã. A prisão do Marcos Honório marca a desarticulação desta organização criminosa”, disse a delegada.
 
 

Compartilhe isso

Comentários