Cordino e Treze iniciam disputa por vaga na fase de grupos e R$ 500 mil

Esporte 04/01/2018 às 14:22


 A primeira parte de um desafio de 180 minutos que vale R$ 500 mil.

 
É assim que Cordino e Treze estão encarando a partida de logo mais, às 20h, no estádio Frei Epifânio D’Abadia, em Imperatriz-MA. O duelo tem validade pela Pré-Copa do Nordeste.
 
O clube que passar desse confronto avança para o Grupo A do maior torneio regional do Brasil, enfrentando Santa Cruz, CRB e Confiança na fase classificatória.
 
Além disso, a classificação garante à equipe vitoriosa a cota de R$ 500 mil, somada aos R$ 250 mil já garantidos por pelos atuais vice-campeões do Maranhão e da Paraíba.
 
Sem o meia Marcelinho Paraíba, que não foi regularizado ainda, o técnico Oliveira Canindé tem outros três desfalques certos e muitas dúvidas.
 
Os laterais Marcelinho (D) e Caíque (E), ainda se recuperando de lesão, e o volante Alberto, suspenso de competições da CBF por quatro jogos, sequer viajaram.
 
Já o zagueiro Peterson, o lateral Rayro, o volante Guto, o meia Fábio Neves e o atacante Tozim, recém recuperados, estão à disposição, porém sem ritmo de jogo. Todos são dúvidas.
 
Após três amistosos e um jogo-treino, o setor de ataque foi o principal calo do Alvinegro na pré-temporada, iniciada no dia 20 de novembro. Foram apenas três gols marcados, somando duas vitórias (América de Natal e São Paulo Crystal sub-20), um empate (seleção amadora de Lagoa Seca) e uma derrota (CSP).
 
Sem contar com a edição 2018, o Treze já participou sete vezes da Copa do Nordeste, tendo feito sua melhor campanha em 2010, quando chego na semifinal.
 
Fundado em 2010, o Cordino está prestes a disputar a Copa do Nordeste pela primeira vez nesta temporada. Além da vaga na competição regional, o vice-campeonato de ambas as equipes em seus estaduais em 2017 renderam a eles uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil deste ano.
 
Apesar de nunca ter enfrentado a Onça de Barra do Corda em sua história, o Galo já atuou contra equipes maranhenses em competições oficiais em seis oportunidades, tendo vencido duas vezes, empatado uma e perdido três.
 
Cordino
 
O técnico Leandro Lago encerrou na tarde ontem, em Imperatriz, a preparação do Cordino para a partida contra o Treze.
 
E o comandante da Onça já confirmou a formação titular.
 
O atacante Ullisses, principal nome do time, está confirmado entre os onze. O jogador vinha ficando fora das últimas atividades por conta de um desconforto muscular, mas já voltou aos trabalhos e é a principal aposta da Onça para o duelo.
 
Por opção do treinador, o atacante Jonas Piu Piu, que marcou dois gols na vitória da equipe sobre um selecionado de Tuntum-MA, por 4 a 0, fica no banco de reservas.
 
As novidades da equipe titular em relação à temporada anterior ficam por conta do goleiro Alberto, do lateral-esquerdo Renan e do atacante Radija, contratos para 2018.
 
Arbitragem
 
Antonio Dib Moraes de Sousa apita Cordino x Treze. Ele contará com os auxílios de Mauro Cezar Evangelista de Sousa e Marcio Iglesias Araujo Silva. Todos são do Piauí.
 
Prováveis escalações
 
Cordino: Alberto, Michel, Da Silva, Emerson e Renan; Júnior Negão, Gualberto, Alisson e Kelson; Radija e Ulisses. Técnico: Leandro Lago.
 
Treze: Saulo, Ferreira, Leonardo Luiz, Ítalo e Joelson; Jonnathan, Dedé, Elielton e Tininho; Edinho Canutama e Reinaldo Alagoano. Técnico: Oliveira Canindé.

Compartilhe isso

Comentários